17.2 C
São Gonçalo
sábado, agosto 13, 2022

São Gonçalo está em alerta por causa de caso suspeito de varíola dos macacos na cidade

Leia Mais

Por conta de um caso suspeito de varíola dos macacos na cidade, a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo divulgou um fluxo de atendimento na cidade. A partir desta sexta-feira (05-08), os gonçalenses com mais de 13 anos que apresentarem lesões abertas na pele ou que tenham algum sintoma como febre alta e súbita, dor de cabeça com aparecimento de gânglios (ínguas) devem procurar as unidades municipais de pronto atendimento (Umpas) do Pacheco, Santa Luzia e Nova Cidade. Já as crianças de até 12 anos e 11 meses devem ser levadas para a Clínica da Criança, no Zé Garoto.

Segundo a Secretaria de Saúde, os profissionais das unidades estão preparados para atender as demandas e realizar os testes necessários, além de orientar a população sobre a doença.

“Após o atendimento, se não houver necessidade de internação, as pessoas que estão com lesão devem ser mantidas em isolamento. Aquelas que tiveram contato com alguém que esteja com a doença sendo investigada não precisam ser mantidas em isolamento”, explicou a subsecretária de Urgência e Emergência, Ana Luiza Enguer.

É importante frisar que só estas quatro unidades de saúde têm o teste para detectar a varíola dos macacos. O Pronto Socorro Central (PSC) e o Pronto Socorro Infantil (PSI), ambos no Zé Garoto, não estão atendendo os casos suspeitos e não realizam os testes.

“É importante que a população não entre em pânico e adote algumas medidas de prevenção, que já são válidas para o enfrentamento à covid-19, como a higienização constante das mãos, além de não ter contato com pessoas com a suspeita da doença, assim como os seus objetos. Também é recomendado o uso de máscaras em locais públicos para as gestantes e puérperas”, disse a médica.

O que é varíola dos macacos –
É uma doença causada por um vírus e pode ser transmitida através do contato da pele, secreções ou por objetos pessoais do paciente infectado. Com suspeita da doença, a pessoa deve ser mantida em isolamento e ter roupas, roupa de cama e objetos pessoais higienizados com água e sabão separadamente. E, se possível, com água fervente.

Sintomas – A doença começa, quase sempre, com uma febre súbita, forte e intensa. O paciente também tem dor de cabeça, náusea, exaustão, cansaço e, fundamentalmente, o aparecimento de gânglios (inchaços popularmente conhecidos como “ínguas”), que podem acontecer tanto na região do pescoço, na região axilar, como na região perigenital. A manifestação na pele é chamada de papulovesicular uniforme, que são feridas ou lesões pelo corpo.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias