28.9 C
São Gonçalo
sábado, novembro 28, 2020
Publicidade
Publicidade
Publicidade"
Publicidade

OMS: risco de pegar covid-19 em aviões é “muito baixo”, mas não zero

Estudos mostram número pequeno de casos

Leia Mais

Por trás da Ponte inspira Mostra em Niterói

A Mostra Digital veio para fomentar a arte através do circo, e também de outras expressões artísticas, além de promover a cultura para pessoas...

Mike Tyson volta aos ringues para encarar Roy Jones Jr. 

Tyson, de 54 anos, vai lutar novamente após ficar cerca de 15 anos afastado dos ringues. O lendário lutador enfrentará Roy Jones em um evento...

Flordelis chora ao ver filhos em audiência e diz ser inocente

Aconteceu nesta sexta-feira (27), uma nova audiência sobre o caso que investiga a morte do pastor Anderson do Carmo no Fórum de Niterói, na...

Homem é preso após tentar comprar maconha e receber tijolos: “Não existe mais traficante honesto”

As Polícias Civil e Militar de Minas Gerais efetuaram a prisão de um traficante na quinta-feira, 26, após interceptar o que seria uma transação...

O risco de a covid-19 se disseminar em voos parece ser “muito baixo”, mas não pode ser descartado, apesar de estudos só mostrarem um número pequeno de casos, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS).

“A transmissão em voo é possível, mas o risco parece ser muito baixo, dado o volume de viajantes e o número pequeno de relatos de casos. O fato de que a transmissão não é amplamente documentada na literatura publicada não significa, porém, que não acontece”, afirmou a OMS em comunicado à Reuters.

Estudo do Departamento de Defesa dos Estados Unidos descreveu, na semana passada, a probabilidade de se contrair a doença em aeronaves comerciais como “muito baixa”.

Mas algumas empresas aéreas usaram linguagem mais vigorosa para descrever o risco da transmissão em voo. Southwest Airlines e United Airlines disseram que estudos recentes mostraram que o risco é “virtualmente inexistente”.

A Southwest, uma das poucas empresas aéreas que atualmente mantêm o assento do meio desocupado, disse nessa quinta-feira que, à luz da pesquisa, revogará a interdição desses assentos.

No dia 8 de outubro, a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) informou que só potenciais 44 casos de transmissão em voo foram identificados entre 1,2 bilhão de viajantes neste ano.

Powered by Rock Convert

Notícias Relacionadas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Dois funcionários de hipermercado em São Gonçalo são indiciados por racismo

Três meses após praticarem o crime de racismo, um gerente e um segurança de um hipermercado, em São Gonçalo, foram indiciados pela Delegacia de...

Maricá terá festa de fim de ano sem queima de fogos

Para evitar aglomerações por conta da pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Maricá decidiu que as festas de fim de ano serão realizadas de...

Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2021 é cancelada

A Federação Paulista de Futebol (FPF) bateu o martelo e decidiu não realizar a tradicional Copa São Paulo de Futebol Júnior na próxima temporada...

Dimas e Marlos fazem ‘Carreata da Verdade’

Faltando pouco mais de 24 horas para a eleição do segundo turno, Dimas e Marlos percorreram a cidade na 'carreata da verdade'. Candidatos da coligação...

Menor é flagrado com pó, maconha e crack em Vista Alegre

Um jovem, de 17 anos, foi apreendido por policiais do 7BPM (São Gonçalo) em Vista Alegre, na noite desta sexta-feira (27). Os PMs faziam patrulhamento...