25.4 C
São Gonçalo
terça-feira, março 2, 2021

Helicópteros decolam do 12º BPM (Niterói) com segunda dose da vacina CoronaVac 

A ação contou com helicópteros do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil

Leia Mais

Tiroteio entre PMs e traficantes termina com idoso baleado dentro de casa em Maricá

Um tiroteio entre policiais do 12º BPM (Niterói) e traficantes de drogas na Favela Risca Faca, em Inoã, Maricá, fez uma vítima inocente na...

Polícia investiga funkeiros que cantaram em baile com traficante armado na Vila Ipiranga

A Polícia Civil investiga um baile funk ocorrido na Favela Vila Ipiranga, no Fonseca, em Niterói. O evento teve como principal atração o MC...

Viatura da PM capota na BR-101, em São Gonçalo; veja fotos do acidente

Uma viatura do 7º BPM (São Gonçalo) e um carro de passeio se envolveram em um grave acidente, na manhã desta terça-feira (02), na...

Operação que busca capitão da PM envolvido em furto de petróleo chega a Itaboraí

Quatro suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em furto de petróleo diretamente de dutos da Petrobras foram presos, na manhã desta terça-feira (02), em...

Nesta segunda-feira (22), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) iniciou a entrega de um lote de vacinas CoronaVac destinado a pessoas que receberam o primeira dose. A partir das 7h, quatro helicópteros decolaram do 12º Batalhão de Polícia Militar, em Niterói, levando o imunizante para 88 municípios.

Na sexta-feira (19), as cidades do Rio de Janeiro, Niterói, Maricá e São Gonçalo retiraram os seus lotes. Desta vez, serão distribuídas 173.500 segundas doses do imunizante, além de outras 20 mil para utilização como primeira dose – que estavam armazenadas como reserva técnica.

A Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) reforçou, por meio de ofício enviado aos 92 municípios, a importância de os responsáveis técnicos e gestores municipais organizarem suas ações de vacinação priorizando os grupos elencados no Programa Nacional de Imunização (PNI).

A SVS informa ainda que todo cidadão pode e deve acompanhar o processo de vacinação, verificando com qual imunizante está recebendo, o uso correto de seringas descartáveis, a anotação na carteira de vacinação. No caso de pessoas incapacitadas, esse acompanhamento deve ser feito por um responsável.

Nesse primeiro momento, foi definido um grupo de trabalho composto por:

– Profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19 e na vacinação;

– Pessoas com 60 anos ou mais vivendo em abrigos ou asilos;

– Pessoas maiores de 18 anos com deficiência institucionalizadas;

– Trabalhadores destas instituições;

– Povos indígenas vivendo em terras indígenas;

– Idosos com mais de 90 anos.

Notícias Relacionadas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Idosos a partir de 80 anos começam a ser vacinados em São Gonçalo

São Gonçalo vai ampliar a vacinação para idosos a partir de 80 anos nesta terça-feira (02). Os idosos poderão se vacinar em oito pontos...

Maricá suspende funcionamento de ambulatório prejudicado por temporais

A prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, suspendeu, a partir desta segunda-feira (01), o funcionamento do Ambulatório Municipal de Especialidades Péricles Siqueira Ferreira,...

Vai tirar RG? Detran-RJ abre mais 34 postos para identificação civil; confira lista completa

A partir desta segunda-feira (01), o Detran-RJ abrirá mais 34 postos para a realização do serviço de identificação civil. Com as novas unidades abertas,...

“Eu avisei ao Copinho que se tivesse roça roça no clipe nem era para me chamar”, diz MC Sorriso

Filmada saindo no tapa com algumas mulheres no set de gravação do novo clipe do MC Copinho, da música “Carro do Bicho”, MC Sorriso...

Três mortos e um baleado em Maricá: ferido segue internado

O jovem de 22 anos atingido por um tiro, na noite de domingo (28), no condomínio "Minha Casa, Minha Vida" de Itaipuaçu, em Maricá,...