19.4 C
São Gonçalo
terça-feira, julho 16, 2024

Unidos do Viradouro Busca o Tri Campeonato com Enredo Envolvente na Sapucaí

Ensaio da Viradouro na Sapucaí no último domingo (4) – Fotos: Thais Brum/Divulgação/Viradouro

Desde seu retorno ao Grupo Especial em 2019, a Unidos do Viradouro tem mantido uma impressionante sequência de sucessos, sem conhecer a sensação de ficar fora do pódio. Com um título, dois vice-campeonatos e um terceiro lugar, a agremiação niteroiense busca manter a boa fase em 2024 e conquistar o tão almejado tricampeonato. O desfile da vermelho e branco encerrará as festividades na Sapucaí, na madrugada desta segunda-feira (12) para terça-feira (13).

O enredo “Arroboboi, Dangbé”, assinado pelo carnavalesco Tarcísio Zanon, promete contar a fascinante história da manutenção das crenças dos povos da região da Costa da Mina. O enredo destaca a perseverança das sacerdotisas voduns, mulheres escolhidas e iniciadas em ritos de louvor à serpente sagrada. Suas trajetórias místicas se entrelaçam em épicos combates, camuflagens táticas e resiliência vital, tudo em homenagem ao espírito infinito da serpente, Arroboboi.

No último domingo (4), a Viradouro realizou um ensaio na Sapucaí, preparando-se para o grande dia. A foto do evento, capturada por Thais Brum, evidencia a intensidade e a energia que a escola pretende levar para a avenida.

O enredo destaca a manifestação do culto desde épicas batalhas na Costa ocidental da África, influenciando as lutas das guerreiras Mino, do reino de Daomé. O prefácio enfatiza que a energia desse culto se estabeleceu no Brasil com a instalação de terreiros na Bahia por Ludovina Pessoa, sacerdotisa daomeana. Ludovina desempenhou um papel crucial na formação do candomblé Jeje, tornando-se uma liderança nas irmandades católicas. O Terreiro do Bogum, centenário templo religioso em Salvador, dedicado à Serpente, é a referência dessa linhagem.

A letra do samba-enredo, de autoria de Cláudio Mattos, Claudio Russo, Julio Alves, Thiago Meiners, Manolo, Anderson Lemos, Vinicius Xavier, Celino Dias, Bertolo e Marco Moreno, destaca a importância da serpente na tradição, sua influência nas batalhas e sua presença tanto na África quanto no Brasil.

A Unidos do Viradouro espera, com esse enredo envolvente e sua apresentação na avenida, conquistar o coração do público e alcançar o tão desejado tricampeonato, consolidando-se como uma das principais potências do Carnaval carioca.

Informações do site: Folha do Leste

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress