19.2 C
São Gonçalo
sexta-feira, junho 25, 2021

Unidos Pela Ponte completa 20 anos e sobrevive ao tempo

O grupo de futebol completa duas décadas de cerveja, churrasco, bola rolando e amizade

Leia Mais

Banco do Brasil abre concurso com 71 vagas no Estado do Rio

O Banco do Brasil abriu um concurso com 71 vagas para o Estado do Rio de Janeiro. As vagas são para o cargo de...

Recuperada da Covid, mãe de gêmeos revê filhos recém-nascidos em Maricá

“Mãe, na sua graça, é eternidade”, disse o escritor Carlos Drummond de Andrade, em “Lição de coisas”. A alta de uma mãe de gêmeos,...

Policial espancado em Saquarema no sábado morre em Araruama

O policial militar Renato Mendonça, lotado no 25° BPM (Cabo Frio) e que estava internado em estado grave desde o último sábado (19) após...

Aos 95 anos, morre a mãe de Faustão

Morreu aos 95 anos, nesta quinta-feira (23), a mãe do apresentador Fausto Silva, Cordélia Silva. Ela era professora aposentada e deixa seis filhos. Em...

Nesta sexta-feira (14), o Unidos Pela Ponte completa mais um ano de existência e chega à duas décadas desde o dia em que Mindinho e Sanchez, dois ex-funcionários do Banco BBA (comprado pelo Itaú) resolveram fundar o grupo naquele 14 de maio de 2001.

“Trabalhei junto com Sanchez e conseguimos fundos para custear os eventos por uns dois anos. Começamos a jogar nos fins de semana e aderimos a ideia. O primeiro jogo, lembro que foi um Niteroi x Rio de Janeiro, sendo que Sanchez convocou os craques do Rio e eu os de Niterói. Confesso que não lembro o placar do confronto, mas sei que a equipe de Niterói venceu”, diz o talentoso meio-campista Carlos Augusto Calheiros de Souza, de 60 anos, conhecido como Mindinho.

E completa: “Chegar até aqui é para poucos, mas talvez a galera nem lembre de Renatinho, Fernando e Rodrigo, nomes do BBA e que foram importantes no começo dos jogos realizados aos sábados no Fluminense em Niterói”, revelou jurando de pés juntos que já pendurou as chuteiras.

O grupo atualmente é composto por 30 craques na faixa etária de 45 a 60 anos, que pagam uma mensalidade de R$ 50 e desfilam seus talentos de 15 em 15 dias em encontros e reencontros inesquecíveis.

“Esse grupo é essencial para que possamos nos reunir sábado sim e sábado não. E nisso, acabamos estreitando nossa amizade. Certa vez, antes da pandemia, apareceu um craque do passado chamado Cemir e ao mesmo tempo gostei de reencontrá-lo, pois ele batia uma bola redonda quando jovem. Aí, você vê esse mesmo amigo de cabelos brancos e com um toque de bola refinado é algo que o tempo não apaga. Nem a amizade se apaga e continua aumentando”, diz o aposentado Marcos Aurélio, de 62 anos, morador de Piratininga, considerado um maestro em campo.

O grupo foi se renovando e hoje, pais e filhos fazem parte do Unidos Pela Ponte

Após um período de jogos cancelados, os integrantes voltaram a se reencontrar seguindo à risca os protocolos de segurança, como afirma o funcionário público e goleador Ricardo Silva de Oliveira, de 58 anos.

“Independente da amizade que nutrimos um pelo outro e a paixão pelo futebol, seguimos recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e jogamos com máscaras e o álcool em gel sempre é passados nas mãos toda hora. Mas vale frisar, que o Unidos Pela Ponte só existe porque ele é realizado quinzenalmente, pois muitas mulheres reclamavam que os maridos chegavam tarde em casa em dias de jogos. Com essa mudança nos dias do futebol, o casamento pôde ganhar um fôlego e o Unidos Pela Ponte continuar”, alertou Ricardo.

Notícias Relacionadas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Casal é preso em Rio das Ostras acusado de envolvimento na morte idosa em Minas

Policiais da 128ª DP (Rio das Ostras) e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Muriaé-MG prenderam três pessoas, nesta quinta-feira...

São Gonçalo realiza obras de saneamento no Almerinda

A Prefeitura de São Gonçalo, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, iniciou nesta semana uma obra de drenagem e troca da rede de esgoto...

Vereadora de São Gonçalo debate feminicídio em live na Câmara dos Vereadores

O feminicídio em São Gonçalo será tema de audiência pública convocada pela vereadora Priscilla Canedo (PT), nesta quinta-feira (24), a partir das 14h, com...

Mais uma baleia jubarte é encontrada morta em praia de Maricá

Nesta quinta-feira (24), mais uma baleia jubarte foi encontrada morta, dessa vez na Praia de Ponta Negra, em Maricá. Essa é a segunda baleia da...

Atlético-GO vence e tira invencibilidade do Fluminense 

Nesta quarta-feira (23), o Fluminense enfrentou o Alético-GO no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia, foi derrotado por 1 a 0 e perdeu a invencibilidade...