23.9 C
São Gonçalo
sábado, maio 25, 2024

Lagarto raro é resgatado e levado para Área de Soltura de Animais Silvestres

A Área de Soltura de Animais Silvestres (ASAS), na Área de Proteção Ambiental Estâncias de Pendotiba, em Maria Paula, recebe um hóspede ilustre, que se encontra no local desde o último dia 22. Trata-se de um lagarto papa-vento, espécie rara de ser avistada.

O animal foi encontrado por colaboradoras do Projeto Estudo Vivo, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura de São Gonçalo, que planejavam suas atividades no espaço de convivência da APA, quando foram surpreendidas com micos agitados, que corriam e gritavam, descendo das árvores atrás de outro animal ainda não identificado.

Imediatamente, o veterinário de plantão, Bernardo de Paula de Miranda, foi acionado para ir ao local “Cheguei a pensar que ele estava morto. Estava paralisado e parecia um camaleão”, contou o veterinário da ASAS, que disse ainda que teve grande dificuldade para encontrar o réptil, pela coloração verde, que se misturava à vegetação.

“Os profissionais da ASAS fizeram o resgate e levaram o animal para ser examinado no consultório. Ao começar a manipular o animal. ele usou suas táticas de defesa: começou a inflar o pescoço para tentar parecer maior do que é, fingiu-se de morto e também mudou de cor (mimetismo). São técnicas de defesa que este animal usa para se defender de seus predadores”, disse o subsecretário de Meio Ambiente e biólogo, Glaucio Teixeira Brandão.

Após os exames, os técnicos trabalharam na identificação do belo e diferente animal, da espécie Polychrus marmoratus, réptil do gênero Polychrus (classificado por Linnaeus, 1758). A espécie tem muitos predadores naturais, incluindo aranhas e primatas.

No Brasil, o lagarto é encontrado na Floresta Amazônica, nos estados da região Norte, e nos estados do Maranhão, Mato Grosso e Rondônia e de forma disforme, na Mata Atlântica e brejos de altitude na região Sudeste. O lagarto distribui-se também em outros países da América do Sul, como Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Suriname, Guiana Francesa e no Caribe, em Trinidad e Tobago.

O animal encontrado na APA Estâncias de Pendotiba será examinado novamente por especialistas e, caso esteja em condições ideais de saúde, será reinserido no meio ambiente o quanto antes, na própria APA, uma região de Mata Atlântica.

É também conhecido como o lagarto-preguiça devido ao seu movimento lento, pode ser encontrado em áreas de floresta, em meio a ramos ou copas de árvores, podendo forragear no chão para buscar alimento. Há relatos em áreas de várzeas, igapós, florestas secundárias de áreas urbanas. Sua coloração críptica dificulta o seu encontro. Sua dieta é composta de insetos e aranhas, com eventual relato de material vegetal como folhas, frutos e sementes. Não possui diferença de coloração entre os sexos. Os machos podem atingir 126 mm de comprimento, já as fêmeas, podem chegar aos 144 mm.

Referência no resgate de animais

Atualmente a Área de Soltura de Animais Silvestres tem 18 animais resgatados, que estão em tratamento para serem reinseridos na natureza, como gavião carcará, coruja buraqueira, gambás, pica-pau-de-cabeça-amarela, cágados, jacaré-de-papo-amarelo, mico-estrela, jabuti e até mesmo um caranguejo guaiamum.

A Área de Soltura de Animais Silvestres hoje é referência em toda a Região Metropolitana do Estado do Rio no que diz respeito à reabilitação e reinserção de animais silvestres na natureza. É a primeira ASAS pública do Estado do Rio de Janeiro e, em breve, irá se tornar um Centro de Recuperação de Animais Silvetres (Cras), realizando atendimentos mais complexos, como cirurgias, exames de radiografia e ultrassonografia. Um passo que demanda capacitação de pessoal, adequação de espaço e também novos equipamentos. As obras para a expansão já tiveram início.

É importante ressaltar que a Asas não recolhe animais domésticos que tenham sofrido acidente ou sejam vítimas de maus tratos. A área de soltura recebe apenas animais silvestres, em especial de espécies nativas da Mata Atlântica que são resgatadas.

Contato para resgate de animais silvestres

Telefone da Asas: (21) 2199-6336

Endereço: Rua Rigel Pacca Corrêa, Maria Paula (APA das estâncias de Pendotiba)

Comando de Polícia Ambiental

Telefone: 0300 253 1177

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress