22.4 C
São Gonçalo
quinta-feira, agosto 13, 2020

Justiça bloqueia bens dos ex-deputados Jorge Picciani e Paulo Melo

Leia Mais

Operação da Polícia Civil prende suspeitos de violência contra a mulher

Policiais civis cumprem hoje (13) mais de 100 mandados de prisão de foragidos da Justiça por crimes de violência contra a mulher no Rio de Janeiro. A...

Programa Fomenta Maricá tem inscrições prorrogadas para empreendedores até o dia 21

A Prefeitura de Maricá, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Comércio, Indústria, Petróleo e Portos, prorrogou as inscrições do Fomenta Maricá, até o dia...

Traficante ‘Toquinho’ é preso durante operação conjunta em condomínio no Fonseca, em Niterói

No inicio da tarde desta quarta-feira (12), fora desencadeada operação entre Policiais Militares da Superintendência de Inteligência e Análise da Coordenadoria de Polícia Pacificadora...

Comparsa de traficante “Playboy” é preso na Região Oceânica de Niterói

O comparsa do traficante conhecido como 'Playboy' foi preso na manhã desta quarta-feira (12), na comunidade Pau Roxo, no Engenho do Mato, na Região...

A Justiça do Rio de Janeiro determinou a indisponibilidade dos bens móveis, imóveis e ativos financeiros – no Brasil e no exterior – dos ex-presidentes da Assembleia Legislativa (Alerj) Jorge Picciani (MDB) e Paulo Melo (MDB), do ex-deputado Jorge Luiz Ribeiro (ex-assessor de Picciani), e Andreia Cardoso do Nascimento (ex-assessora de Melo). Eles são acusados de improbidade administrativa por receber propina da Odebrecht em troca de contratos de obras e benefícios fiscais.

Na decisão, o juiz Bruno Bodart, da 1ª Vara de Fazenda Pública da Capital,  determinou o bloqueio de R$ 44,6 milhões de Picciani e de R$33 milhões de Jorge Luiz. Os valores correspondem as quantias recebidas em propina da empreiteira acrescidos de multa. Paulo Melo teve R$ 5,6 milhões bloqueados e Andreia Nascimento, R$4,2 milhões.

O juiz Bruno Bodart escreveu na decisão que “é imperioso que a ordem de indisponibilidade atinja todos os bens penhoráveis dos imputados, à vista da magnitude da lesão apontada aos cofres públicos, sob pena de frustrar-se a futura atividade de recomposição do erário”. O magistrado determinou, ainda, que seja enviado ofício ao Ministério da Justiça, aos cuidados do Departamento de Recuperação de Ativos  e Cooperação Jurídica Internacional, a fim de averiguar a existência de eventuais contas dos acusados no exterior, procedendo-se ao bloqueio caso ativos sejam encontrados.

A ação movida pelo Ministério Público traz entre as provas as declarações de Álvaro Novis – doleiro responsável pela entrega de dinheiro a Jorge Picciani e a Paulo Melo. As revelações indicam que Picciani receberia os valores por meio de Jorge Luiz Ribeiro. E Melo, pelas mãos de Andreia Cardoso. Segundo a investigação, o doleiro registrava as quantias pagas em uma planilha denominada “Carioquinha”.

Em troca, Picciani teria atuado para modificar o Projeto de Lei 153/2015, que mudou normas tributárias aplicadas a estabelecimentos industriais sediados no Rio. O projeto foi aprovado e convertido em lei.

O Ministério Público aponta ainda que Paulo Melo recebeu R$ 1,4 milhão da empreiteira garantir o apoio político aos interesses econômicos do grupo. Segundo a denúncia, o pagamento foi feito para que Melo atuasse junto ao governo estadual, na época sob o comando de Sérgio Cabral.

De acordo com o Ministério Público, o objetivo dele era assegurar o direcionamento de contratos e licitações estaduais das obras para Copa do Mundo de 2014 e para os Jogos Olímpicos de 2016.

Via Agência Brasil

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Notícias Relacionadas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Vigilantes bancários fazem manifestação no Centro de Maricá

Dezenas de vigilantes realizaram manifestações nas agências bancárias de Maricá na manhã desta quarta-feira (12). A diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Niterói, Maricá,...

São Gonçalo não registra nenhum óbito por Covid-19 nesta quarta-feira (12)

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo não registrou óbito em decorrência do novo Coronavírus...

Instalação de barricadas assusta moradores do Laranjal, em São Gonçalo

Na tarde desta quarta-feira (12), os moradores do bairro do Laranjal foram surpreendidos com barricadas, colocadas por traficantes locais. Impedindo a passagem de veículos e...

Acidente deixa motociclista ferido na Alameda São Boaventura

Um acidente na tarde desta quarta-feira (12), deixou um motociclista ferido na Alameda São Boaventura, no bairro do Fonseca, na Zona Norte de Niterói. De...

Ambev abre 328 vagas de emprego, estágio e aprendiz. Confira as oportunidades:

Oportunidade! A Cervejaria Ambev faz saber aos interessados a abertura de 328 vagas de emprego efetivo, estágio e jovem aprendiz no Brasil. As oportunidades são para...