21.9 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 28, 2024

Itaboraí: ’Jovens Talentos’: Alunos da rede pública se tornam novos mediadores no Parque Paleontológico

Foto: Divulgação

Gerido pela Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMAU), o Parque Natural Municipal Paleontológico de São José de Itaboraí ganhou o reforço especial de 12 novos mediadores, oriundos de unidades de ensino de Itaboraí e São Gonçalo. Por meio de uma parceria com a Fundação de Amparo e Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ), os estudantes estão atuando nas orientações aos visitantes da Unidade de Conservação.

Os novos mediadores fazem parte do programa ‘Jovens Talentos’, promovido pela FAPERJ, com uma bolsa-auxílio no valor de R$ 300. Os estudantes terão uma carga horária de 8h semanais e terão a incumbência de atender a demanda da agenda de visitações do parque, sem prejuízo nos compromissos escolares, com duração de 18 meses, podendo ser renovado por mais um ano. Os bolsistas também atuarão no guiamento dos visitantes, apresentando os atrativos geopaleontológicos da Unidade de Conservação.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Jhonatan Ferrarez, afirmou que o programa “Jovens Talentos” é uma oportunidade para a evolução profissional dos estudantes.

“É uma honra receber esses jovens estudantes no Parque Paleontológico de São José. Esse programa é de fundamental importância para esses futuros talentos e tenho certeza que, através desse período de ‘estágio’ na Unidade de Conservação, sairão excelentes profissionais em diversas áreas”, disse o secretário.

Os estudantes serão orientados pelo paleontólogo e gestor do parque, Luís Otavio Castro, e receberão curso de formação sobre os temas de Paleontologia, Arqueologia, Geologia, Preservação Ambiental e Sustentabilidade, de professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); do campus Itaboraí do Instituto Federal Fluminense (IFF) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Foram selecionados 12 alunos do 2º e 3° ano do ensino médio do Colégio Estadual Francesca Carey, em São José, e do Colégio Estadual Coronel Serrado. A seleção dos bolsistas foi realizada a partir dos seguintes critérios: afinidade com o tema, interesse em participar das atividades desenvolvidas no Parque Paleontológico e as melhores notas nas disciplinas escolares. Com os novos selecionados, o Parque conta agora com 18 mediadores.

“Também fui bolsista do programa ‘Jovens Talentos’ e o que eu posso passar para esses jovens é que eles aproveitem bastante essa oportunidade e extraiam o máximo de aprendizado durante esse período de 18 meses. Além de uma renda extra, esse programa tem como objetivo auxiliar na carreira profissional desses estudantes, que foram selecionados por uma equipe muito técnica”, disse Luis Otavio.

Uma das beneficiadas com o programa “Jovens Talentos” foi a estudante Tauani Marins, de 16 anos, que se disse bastante realizada com a oportunidade de ser uma nova mediadora da Unidade de Conservação.

“Tenho certeza que serão meses de muito aprendizado e troca de experiências. É uma honra poder fazer parte desse programa e vou tentar tirar o máximo de aprendizado para evoluir tanto na minha vida profissional quanto na minha vida pessoal”, concluiu a moradora do bairro São José.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress