Dona Terezinha, um exemplo de como o Karatê traz qualidade de vida para a 3ª idade

0
793

São muitos os benefícios da prática do karatê, principalmente para a terceira idade, tais como fortalecimento muscular, melhora na calcificação óssea, combate a sarcopenia, combate ao alzheimer trabalhando os hemisférios esquerdo e direito do cérebro, coordenação motora, equilíbrio e elasticidade, o que diminui a possibilidade de quedas e fraturas. Tudo isso associado a melhora na concentração, por exercitar o raciocínio rápido, faz com que os idosos fiquem mais ativos e fortes, tornando-os mais perspicazes e resistentes para as atividades do cotidiano. Além de trabalhar o caráter, o idoso é incentivado a vencer os próprios limites, o que os motiva a adotar uma vida mais ativa, saudável e disciplinada.

A Dona Terezinha Timbó, com 73 anos de idade, em plena forma física e mental, é um grande exemplo de como as artes marciais tornam uma simples senhora em uma grande campeã dos tatames e da vida.

Terezinha é faixa preta 2º Dan de Karatê Shotokan e iniciou seus treinos aos 41 anos de idade com o saudoso sensei Teruo Furusho e, hoje, continua seu treinamento com o Sensei Antônio Moisés, na Associação Teruo Furusho de Karatê, na Trindade, em São Gonçalo.

A carateca, que reside na Parada Quarenta (SG), acabou ficando famosa em grupos de facebook e whatsapp, voltados para artes marciais, ao ter um de seus vídeos de treino em casa, durante a quarentena, divulgado nas redes sociais. A atleta acabou se tornando um exemplo de perseverança e força de vontade, em vários Estados, para todos que precisavam manter o treinamento em casa e estavam desmotivados. O Sensei Antônio Moisés, professor da atleta, fala de Terezinha com orgulho:

“Ela dá um exemplo de como devemos ficar em casa e em treinamento constante. É muito bom ver uma pessoa, nessa idade, em plena forma, buscando uma motivação que é o Karatê. Fico satisfeito em ver a Terezinha dá esse exemplo de vida. E mesmo com essa idade, ela aguenta treinos que outros não aguentam. O Karatê possui várias ferramentas que tem feito diferença na vida da Terezinha, como em um dia que ao descer do ônibus, tropeçou e caiu, mas durante a queda ela se protegeu e rolou para minimizar o impacto. Logo se levantou e continuou andando.”

O Karatê trás em sua bagagem a vontade de viver, trazendo longevidade e consequentemente, desenvolve a parte física, mental e espiritual. Tudo comprovado por um estudo da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), que realizou uma pesquisa acompanhando idosos de 60 a 89 anos de idade. A pesquisa mostra todos os benefícios do Karatê para a terceira idade.

O sensei conclui mencionando um dos lemas do Karatê, chamado Nijo-Kun (Mandamentos do Karatê), se referindo a sua aluna:

“O Karatê é como a água quente, se não receber calor constantemente, ele esfria. Oss”

Como mostra a pesquisa e os grandes exemplos, como o da Terezinha, não existe idade para começar a treinar uma arte marcial. Tome uma decisão que fará bem para sua vida, para sua saúde, e comece a se exercitar. Alguns professores têm enviado vídeos com movimentos simples, que podem ser copiados facilmente em casa, e muitos estão fazendo personal trainer com todos os protocolos de segurança. Entre em contato com um professor conceituado, de uma entidade oficial, e comece a ganhar qualidade de vida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.