19.9 C
São Gonçalo
domingo, maio 26, 2024

Corrida Solidária reúne 300 atletas em São Gonçalo

Segunda edição da corrida solidária Pé de Fogo, aconteceu na última quarta-feira (01)

Evento recebeu o apoio da Prefeitura de São Gonçalo (Foto: Julio Diniz)

A segunda edição da Corrida Solidária Pé de Fogo – Ivanei Oliveira reuniu cerca de 300 corredores no bairro da Trindade, em São Gonçalo, nesta quarta-feira (1º), feriado do Dia do Trabalhador. A corrida, com extensão de cinco quilômetros, começou às 8h e premiou dez ganhadores, cinco na categoria masculina e cinco na feminina.

O percurso começou na Travessa Margarida, seguindo pela Avenida Presidente Kennedy até a Avenida São Miguel, retornando pela mesma avenida até a linha de chegada no ponto de partida. O evento contou com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de São Gonçalo, além de suporte da Guarda Municipal e das secretarias de Governo, Transportes e Ordem Pública, para organizar o esquema de trânsito especial.

A corrida é organizada pelo coletivo Pé de Fogo Corredores, um grupo de corrida local, e leva o nome de Ivanei Oliveira, um membro do coletivo que faleceu em 2020 vítima de covid-19. Para participar, cada atleta doou dois quilos de alimentos não perecíveis, que serão destinados a instituições locais.

Segundo o secretário de Esporte e Lazer, Diego Andrade, o evento é parte do calendário oficial do município, após ter sido instituído por lei em 2022. “É importante implementar o esporte no município e o Capitão Nelson vem fazendo isso com excelência. São Gonçalo está cada vez mais aberta para fomentar eventos do tipo”, destacou ele.



continua depois da publicidade



O vencedor da categoria masculina foi Gleiciomar Pereira dos Santos, de 46 anos, que completou o percurso em menos de 17 minutos. “Treino corrida há 26 anos e sempre compito, às vezes ganho, às vezes não. Hoje, foi uma vitória!”, disse o soldador de Itaboraí.

Na categoria feminina, a vencedora foi Kelly Souza Rodrigues, de 42 anos, que cumpriu o trajeto em cerca de 20 minutos. Ela começou a correr em 2019 para apoiar o marido em seu tratamento médico. Desde então, tornou-se uma entusiasta do esporte. “O médico recomendou que meu marido fizesse exercícios físicos contínuos. Começamos a correr juntos e eu nunca mais parei”, contou Kelly.

Além da corrida, o evento também contou com uma modalidade de caminhada, de três quilômetros, para incentivar a participação de pessoas de todas as idades e condições físicas.

O presidente do coletivo Pé de Fogo, Charles Figueiredo, de 52 anos, ressaltou a importância do evento, que além de promover a saúde física e mental, também contribui com ações solidárias. “A corrida ajuda a sair do sedentarismo, incentiva a qualidade de vida e ainda ajuda instituições que precisam, com a doação de alimentos”, afirmou ele.

Com esta edição bem-sucedida, a Corrida Solidária Pé de Fogo se consolida como um evento importante no calendário esportivo de São Gonçalo, promovendo esporte, saúde e solidariedade no Dia do Trabalhador.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress