20.9 C
São Gonçalo
sábado, junho 22, 2024

Banhistas são arrastados por onda em pedra de Itacoatiara

Bombeiros resgatam 27 pessoas durante 24 horas de ressaca no litoral fluminense

Banhistas são arrastados por onda em pedra de Itacoatiara
Banhistas são arrastados por onda em pedra de Itacoatiara
A Marinha emitiu um alerta de ressaca que está em vigor desde a manhã de quinta-feira (16) (Foto: Divulgação)

Na manhã de sexta-feira (17), banhistas que observavam o mar agitado na Praia de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói, foram arrastados por uma onda enquanto estavam em cima de uma pedra, desrespeitando as recomendações dos bombeiros. O incidente foi capturado em vídeo por pessoas que estavam filmando de longe. Pelo menos dois banhistas foram derrubados pela correnteza, e até a última atualização desta reportagem, não havia informações sobre o estado de saúde deles.

A Marinha emitiu um alerta de ressaca que está em vigor desde a manhã de quinta-feira (16), com previsão de encerramento na manhã de sábado (18). Durante esse período, a orientação é evitar o banho de mar devido ao risco de ondas que podem chegar a 3 metros de altura.



continua depois da publicidade



O Corpo de Bombeiros realizou 27 resgates no litoral fluminense entre quinta e sexta-feira. A maior parte dos resgates, 17, ocorreu na área do Grupamento Marítimo de Copacabana (Gmar). Na madrugada de sexta-feira, o mar já havia avançado sobre o asfalto em várias localidades, incluindo o Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e nas cidades de Itaipuaçu, Maricá e Macaé, ambas na Região dos Lagos.

Para monitorar a situação e garantir a segurança dos surfistas, um helicóptero dos bombeiros percorreu a orla da Zona Sul do Rio ao longo da manhã. Por precaução, o Caminho dos Pescadores, no Leme, foi interditado.

Os bombeiros continuam a alertar os banhistas sobre os perigos das ressacas e recomendam que evitem áreas de risco até que as condições do mar voltem ao normal.

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress