22.3 C
São Gonçalo
sábado, abril 20, 2024

Witzel quer acabar com atendimento ao público da Polícia Civil no Rio

Leia Mais

O governador Wilson Witzel voltou a defender o fim do atendimento ao público pela Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Ele destacou que deseja direcionar os esforços das equipes para osetor investigativo e quer reforçar o contato com a população através da Polícia Militar nas ruas.

— A Polícia Civil precisa ter independência e evoluir, no meu pensamento. Tem de trabalhar com a investigação e o público fica com a PM, fardada. É a porta de entrada para as investigações. Temos visto bons resultados na prisão de milicianos, e, recentemente, uma das maiores apreensões de drogas do nosso estado — declarou.

O comentário foi feito durante encontro para esclarecer a polêmica de que ele defendia o fechamento de delegacias, entre outros assuntos.

No vídeo, Witzel aparece ao lado do deputado estadual Delegado Carlos Augusto (PSD), o presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Rafael Barcia e o presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol), Marcio Garcia, que também comentou o caso:

— O Sindpol-RJ é favorável à proposta desde que a PM tenha acesso somente a lavratura dos Termos Circunstanciados da Lei 9099 (crimes de menor potencial ofensivo) que não exigem investigação. As investigações dos crimes mais complexos devem ser exclusivos da Polícia Civil.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress