20.9 C
São Gonçalo
sexta-feira, junho 14, 2024

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente inaugurou na manhã desse domingo (4/10), às10h, o Centro de Convivência Socioambiental da Mata Atlântica/Área de Soltura de Animais Selvagens (ASAS), no bairro de Maria Paula, em São Gonçalo.

Esses equipamentos ficarão localizados dentro da Área de Proteção Ambiental das Estâncias de Pendotiba, Unidade de Conservação Municipal criada em 2018, que possui uma área total de 93,1 hectares, localiza-se próxima à Área de Proteção Ambiental do Engenho Pequeno, e é caracterizada por possuir vegetação de Mata Atlântica.

Essa é uma das três Unidades de Conservação da Natureza (além da Área de Proteção Ambiental de Itaoca e da Área de Proteção Ambiental do Alto do Gaia), onde será possível contemplar a mais nova arte do designer, ilustrador e grafiteiro Marcelo Eco, de 40 anos.

O artista falou da sua arte em espaço público na cidade e de grande representatividade para o município.

“No painel eu registrei várias imagens de animais do ecossistema local em conjunto com o ser humano, tanto que o nome do trabalho é Eco x Ego”, diz agradecendo a Glaucio Teixeira Brandão, biólogo e subsecretário de Meio Ambiente de São Gonçalo.

E sobre voltar a São Gonçalo, o artista mesmo morando em São Paulo há um ano, fez questão de frisar o amor que tem pela cidade.

“Para mim foi uma enorme honra, pois eu sou gonçalense e morei aqui até os meus 25 anos. E sempre faço questão de deixar isso bem claro, sou de São Gonçalo, nasci e me criei aqui, cresci como pessoa e profissional nessa cidade. Fui convidado e não poderia dizer não. Estou muito feliz”, diz o artista autodidata que começou a desenhar aos 13 anos.

No mesmo evento, foi lançada a segunda etapa das intervenções públicas na região, a Área de Soltura de Animais Selvagens (ASAS).

Projeto esse de iniciativa da Prefeitura Municipal de São Gonçalo, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que nasce para dar conta das lacunas históricas de apreensão, aclimatação e soltura de pequenos animais selvagens na cidade.

AUniversidade Federal Fluminense (UFF) assumirá, através de convênio, a coordenação técnica e operacional da ASAS.

Além de desenvolver pesquisas e extensão no que se refere aos aspectos relacionados ao ecossistema de Mata Atlântica da região.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress