23.5 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 21, 2024

Sem torcida na Vila, Flamengo vence Santos com resultado ‘bailarino’ e afunda Peixe na crise

Flamengo derrotou o Santos sem público na Vila Belmiro (Foto: Jota Erre/Photo Premium/Gazeta Press)

Sem torcida na Vila Belmiro por conta da punição do STJD, o Santos recebeu o Flamengo e foi derrotado por 3 a 2 na noite deste domingo (25). O confronto era válido pela 12ª rodada do Brasileirão.

Ambas as equipes vinham de derrotas duras. O Rubro-Negro sofreu goleada do Bragantino durante a semana, mas deu resposta ao bater o Alvinegro Praiano e assumiu a terceira posição do torneio. O Peixe, por outro lado, após perder clássico para o Corinthians, chegou a 10 partidas sem vitórias.

A tônica do jogo era clara: Flamengo circulando a bola de um lado para o outro, enquanto o Santos esperava para dar o bote e acionar Marcos Leonardo no pivô e apostar em Soteldo puxando contra-ataque em velocidade. Para funcionar, o Peixe não podia cometer erros na defesa e ceder espaço ao Rubro-Negro. Porém, Inocêncio e Joaquim ‘bateram cabeça’ na área e perderam disputa com Victor Hugo e Gerson. Cebolinha ficou com a sobra e ‘fuzilou’ o gol de João Paulo, abrindo o placar para o Fla aos 21′.

FUTEBOL TEM DESSAS

Das situações que praticamente só acontecem no futebol. O Flamengo dominava o Santos: Gerson, Cebolinha, Gabigol e Everton Ribeiro giravam a bola no ataque, driblavam e tabelavam, mas faltava mais efetividade. Em uma única escapada, na estratégia singular do Peixe, saiu o gol de empate: Marcos Leonardo acionou Soteldo pela esquerda, que partiu em velocidade e virou para Mendoza. O colombiano só empurrou para o fundo das redes e igualou o marcador.

!LOUCURA!

O Alvinegro manteve a postura defensiva e ameaçava em contra-golpes no segundo tempo. Até que Gerson, sozinho pela esquerda, acertou cruzamento de ‘manual’ na cabeça de Everton Ribeiro, que tem 1,74m. Messias e Joaquim ‘largaram’ o camisa 7, que cabeceou sozinho na área e ampliou.

Parecia que o jogo caminhava para o roteiro natural. No entanto, em cobrança de falta de Lucas Lima, Messias desviou e Rodrigo Fernández completou para o fundo das redes. O Santos empatou a partida dois minutos depois de sofrer o segundo gol.

!GERSON JOGANDO MUITO!

Participando efetivamente de quase todos os ataques flamenguistas, Gerson voltou a receber com liberdade pela esquerda e tocou para Pulgar na área, que finalizou colocado no cantinho, sem chance para João Paulo. Segunda assistência do ‘Coringa’, e Flamengo em vantagem pela terceira vez!

!PLACAR BAILARINO PAROU!

O Alvinegro foi obrigado a sair mais ao ataque e criou oportunidades para empatar, especialmente com Marcos Leonardo. Porém, Jorge Sampaoli colocou seu forte elenco à prova e promoveu entradas de jogadores como Pedro, Arrascaeta e Thiago Maia. O Flamengo conseguiu segurar o resultado sem muito esforço, enquanto o Santos correu muito para tentar o empate — sem sucesso.

SEQUÊNCIA

Próximo jogo do Peixe: Santos x Blooming, da Bolívia (Sul-Americana, última rodada da fase de grupos, quinta-feira – 29 de junho – às 19h, na Vila Belmiro)

Próximo jogo do Rubro-Negro: Flamengo x Aucas, do Equador (Libertadores, última rodada da fase de grupos, quarta-feira – 28 de junho – às 21h30, no Maracanã)

SANTOS 3 X 2 FLAMENGO
Campeonato Brasileiro – 12ª rodada

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data e hora: 25 de junho de 2023, às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Rodolpho Toski Marques (VAR-Fifa-PR)
Cartões amarelos: Lucas Pires (Santos)
Cartões vermelhos:

Gols: Everton Cebolinha (21′ 1T), Mendoza (40′ 1T), Everton Ribeiro (4′ 2T), Rodrigo Fernández (6′ 2T) e Pulgar (11′ 2T)

SANTOS
João Paulo; Gabriel Inocêncio, Joaquim, Messias e Lucas Pires; Rodrigo Fernández (Sandry / 22′ 2T), Dodi (Bruno Mezenga / 36′ 2T) e Lucas Lima (Luan Dias / 22′ 2T); Mendoza (Lucas Barbosa / 40′ 2T), Marcos Leonardo e Soteldo (Ângelo / 22′ 2T). Técnico: Claudiomiro

FLAMENGO
Matheus Cunha; Wesley, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas (Filipe Luís / 38′ 2T); Pulgar, Victor Hugo (Thiago Maia / 17′ 2T), Gerson e Everton Ribeiro (Arrascaeta / 17′ 2T); Gabigol (Pedro / 38′ 2T) e Everton Cebolinha (Bruno Henrique / 22′ 2T). Técnico: Jorge Sampaoli.

Fonte: Lance!

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress