24.9 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 28, 2024

Primeira Identidade é entregue para beneficiários do Programa Criança Feliz em Itaboraí

Foto: Divulgação / Prefeitura de Itaboraí

Dia de entrega da Primeira Identidade aos beneficiários do Programa Criança Feliz, nesta quinta-feira (20/07), no salão nobre da Prefeitura de Itaboraí. Ao todo, 90 crianças, de até três anos de idade, e ainda crianças com Benefício de Prestação Continuada (BPC) de até seis anos, foram contempladas com o documento de identificação fundamental para os brasileiros.

Em Itaboraí, 200 famílias são assistidas pelo Programa Criança Feliz, que é gerido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDS). O programa realiza visitas domiciliares às famílias participantes do Cadastro Único, que recebem acompanhamento e orientações importantes para fortalecer os vínculos familiares e comunitários, além de estimular o desenvolvimento infantil.

O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Marcos Araújo, destacou a importância do RG (Registro Geral) para as famílias e ainda ressaltou o apoio do prefeito Marcelo Delaroli, para que de fato, o programa Criança Feliz funcionasse no município.

“Agradecer ao nosso prefeito, que lá atrás acreditou no Programa Criança Feliz e hoje temos o intuito de aumentar o número de famílias atendidas, ajudando mais mães do município. Agradecer também as mães aqui presentes, que estão representando tantas outras e por abrirem suas portas para as nossas visitadoras. O que nós queremos é que as nossas crianças tenham mais acesso a tudo que é possível, porque isso é um direito delas. Com essa Carteira de Identidade, elas terão mais segurança e facilidade no acesso aos serviços públicos”, destacou Marcos Araújo.

Além das crianças assistidas pelo programa, alguns pais e/ou responsáveis conseguiram tirar a segunda via da Identidade gratuitamente, por meio da Declaração de Hipossuficiência, fornecida pela SEMDS junto ao Detran-RJ, posto Itaboraí.

Com apenas um ano e seis meses de idade, a pequena Alana, já está com o seu documento de Identidade ‘em mãos’. Sua mãe, Diulian Batista, de 38 anos, falou da importância do programa.

“Graças ao Programa Criança Feliz hoje meus filhos menores de idade têm este documento, que facilita muito, porque não temos que ficar andando com a certidão de nascimento, por exemplo. Mesmo que tenhamos cuidado, a certidão de nascimento é muito grande e pode acontecer de danificá-la, pois não pode ser plastificada. Quero agradecer também todo acolhimento e carinho que o programa tem com a minha família, ajudando no desenvolvimento dos meus filhos”, disse a moradora do bairro Sossego.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress