24.6 C
São Gonçalo
sexta-feira, abril 19, 2024

OAB vai denunciar Bolsonaro por defender ditadura militar

Leia Mais

 

O presidente Jair Bolsonaro será denunciado à ONU por defender ditadura militar. A ação sera promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Instituto Vladimir Herzog. As entidades irão denunciar o presidente na reunião do Conselho de Direitos Humanos que acontece na próxima terça-feira, 10 de setembro. As informações foram divulgadas inicialmente pelo portal ‘Uol’.

 

A OAB e o Instituto vão realizar um “evento paralelo na própria sede das Nações Unidas” para apresentar um documento com detalhes do que chamam de “desmonte” das estruturas de Justiça, Memória e Verdade no país, segundo informou o portal.

 

A iniciativa das entidades acontece exatamente no momento em que Bolsonaro abre uma nova crise internacional relacionada a ditaduras. O presidente defendeu e elogiou regime militar chileno para criticar Alberto Bachelet, pai de Michelle Bachelet, atual comissária da ONU para Direitos Humanos, que foi assassinado após meses de tortura pela ditadura de Augusto Pinochet.

 

Dívida com a ONU

 

O governo de Bolsonaro, que é candidato a uma vaga no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, acumula uma dívida de US$ 433,5 milhões com a ONU, o equivalente a mais de R$ 1,7 bilhão, o que é um valor inédito.

 

Embora a contribuição à ONU seja obrigatória, nos primeiros oito meses do atual governo não houve qualquer repasse à entidade, segundo dados oficiais da secretaria-geral das Nações Unidas.

 

O governo brasileiro destinou menos de US$ 1 milhão, segundo dados oficiais, para arcar com os demais custos previstos pela entidade internacional. E hoje é o segundo maior devedor da ONU, ficando atrás apenas do governo norte-americano.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress