21.9 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 28, 2024

Niterói é a melhor cidade do estado do Rio e a quinta do país para empreender, segundo Índices

Os dados são do Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) de 2023, pesquisa realizada anualmente pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) do governo federal. O ICE avalia os 101 municípios mais populosos do país desde 2014 e é o principal panorama do ambiente de negócios no Brasil. Em relação à pesquisa de 2022, Niterói subiu seis posições e saiu do 11º lugar para a quinta colocação em nível nacional.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, destacou que a gestão municipal não mede esforços para tornar a cidade atraente para investimentos que gerem emprego e renda para a população.

“Já durante a pandemia, tomamos medidas para preservar a atividade econômica de Niterói através de programas que evitaram o desaparecimento de postos de trabalho e garantiram renda mínima para a população mais vulnerável, como é o caso do Renda Básica Temporária e, agora, da Moeda Social Arariboia, um caso de sucesso reconhecido em transferência de renda. Agora vivemos um novo ciclo de crescimento da cidade com o Plano Niterói 450. Temos empreendimentos importantes em curso em Niterói, como o novo Mercado Municipal, que será entregue em breve à população e que será um importante centro comercial, gastronômico e de lazer”, explicou Axel Grael.

A secretária municipal de Fazenda, Marília Ortiz, reforçou a iniciativa de Niterói de desburocratizar o ambiente de negócios.

“No final do ano passado, sancionamos a Lei de Desburocratização dos Alvarás. Por meio dessa lei, foi possível reduzir o tempo de abertura dos negócios de baixo e médio risco de três dias para até 24 horas. Acreditamos que a desburocratização do ambiente de negócios, ao lado de incentivos a setores indutores da economia, políticas de capacitação e empregabilidade têm impulsionado o crescimento econômico. Esse ranking do ICE é mais um que atesta os resultados de nossas políticas públicas”, disse Marília Ortiz, secretária de Fazenda de Niterói.

Para a elaboração do ranking geral das melhores cidades do Brasil para empreender, o ICE leva em consideração indicadores sobre educação básica, fundamental e superior, além de dados sobre mercado de trabalho. Alguns destes indicadores são o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); a proporção de adultos que concluíram o ensino médio; a taxa de adultos que terminaram o curso superior; e a proporção de cursos com nota 5 no Enade (que avalia os cursos superiores).

A secretária municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti, ressaltou que a presença de Niterói no ICE mostra os esforços da Prefeitura em tornar a cidade o melhor lugar do Brasil para se viver.

“Este é um compromisso que firmamos em 2013 com o plano estratégico Niterói que Queremos. Niterói tem a melhor gestão fiscal do estado, de acordo com a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), e é referência em transparência nos rankings nacionais do Ministério Público Federal (MPF) e da Controladoria Geral da União (CGU). Também fizemos uma série de melhorias para desburocratizar a abertura de novos negócios a partir de estratégias como os serviços digitais e os processos administrativos com tramitação eletrônica”, explicou Ellen Benedetti.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Paulino Moreira Leite, afirmou que Niterói trabalhou por muito tempo para ter destaque em um ranking como o do ICE.

“É uma cidade com pessoas que trabalham pensando no futuro e com boas políticas públicas. A cidade investiu em qualidade de vida e abriu espaço para que novos empreendedores vejam o município com olhar diferenciado. Acompanhamos as tendências do mercado, abrindo oportunidades e investindo em qualificação. Temos segmentos como tecnologia, serviços, turismo, entre outros. O objetivo é chegar ao primeiro lugar do ranking nacional”, afirmou Luiz Paulino Moreira Leite.

Mercado e capital humano – Além do ranking geral de cidades empreendedoras, o ICE também elabora as listas dos municípios brasileiros com o mercado mais atraente e com o melhor capital humano. O ICE destaca as cidades que apresentam mercados mais bem desenvolvidos economicamente e com maiores potenciais de clientela. Niterói lidera a lista de cidades com o mercado mais atrativo.

Niterói está em oitavo lugar em nível nacional entre as cidades com o melhor capital humano. O ICE avalia o capital humano como uma forma de mensurar a qualidade da mão de obra nas cidades. Além do mercado e do capital humano, o ICE leva em consideração as condições de ambiente regulatório; infraestrutura; inovação e cultura empreendedora.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress