28.6 C
São Gonçalo
segunda-feira, abril 15, 2024

Ney Matogrosso canta na Praia de São Francisco, em Niterói, no domingo (11)

Leia Mais

Bloco na Rua, novo show de Ney Matogrosso, será apresentado de graça no próximo domingo (11-09), às 18h, na Praia de São Francisco, em mais uma edição do Circuito Quatro Estações da Música, uma iniciativa da Prefeitura de Niterói.

“Estamos muito felizes por poder trazer um artista tão grande como o Ney Matogrosso para um projeto que já deu muito certo, que é o Circuito Quatro Estações. Temos certeza de que este será um evento inesquecível”, afirma André Felipe Gagliano, coordenador de Eventos de Niterói.

Aos 81 anos, Ney não para. Foram pouco mais de cinco anos ininterruptos à frente da turnê Atento Aos Sinais, projeto que passou pelos mais diferentes palcos e arrebatou plateias no Brasil e no exterior. Uma temporada longa até para os padrões de Ney Matogrosso que, como de costume nos últimos anos, testou e amadureceu o repertório antes de lançar CDs e DVD de Atento Aos Sinais.

Mais uma vez, o novo projeto começará nos palcos para só depois ganhar outros formatos. O repertório foi selecionado enquanto Ney excursionava com o show anterior e o seu critério não foi o ineditismo.

“Não é um show de sucessos meus, mas quis abrir mais para o meu repertório. Dessa vez eu misturei coisas que já gravei com repertório de outras pessoas”, pontuou cantor.

“Amo Niterói! Gosto muito de me apresentar lá. Fiz um show na cidade um tempo atrás, também na praia, que foi muito emocionante. Espero que nesse próximo me sinta tão emocionado como da última vez”, completou.

O setlist revela a diversidade do repertório: “Eu quero é botar meu bloco na rua” (Sergio Sampaio), de onde saiu o título da turnê, “A Maçã” (Raul Seixas), “Álcool (Bolero Filosófico)”, da trilha original do filme “Tatuagem” (DJ Dolores),“O Beco”, gravada por Ney nos final dos anos 80 (Herbert Vianna/Bi Ribeiro) e “Mulher Barriguda”, do primeiro álbum dos Secos e Molhados, de 1973 (Solano Trindade/João Ricardo), são algumas das músicas escolhidas por Ney.

Duas canções foram pinçadas do compacto duplo Ney Matogrosso e Fagner, lançado em 1975: “Postal do Amor” (Fagner/Fausto Nilo/Ricardo Bezerra) e “Ponta do Lápis” (Clodô/Rodger Rogerio). Outros dois clássicos que Ney nunca havia cantado, “Como 2 e 2” (Caetano Veloso) e “Feira Moderna” (Beto Guedes/Lô Borges/Fernando Brant) também estão no roteiro.

O figurino, sempre aguardado com expectativa em se tratando de um show de Ney Matogrosso, foi criado sob medida pelo estilista Lino Villaventura. Luiz Stein assina o cenário, composto por projeções, e Juarez Farinon a luz do espetáculo, com supervisão de Ney.

A banda afiada é a mesma que o acompanhou nos últimos 5 anos, reunindo Sacha Amback (direção musical e teclados), Marcos Suzano e Felipe Roseno (percussão), Dunga (baixo), Mauricio Negão (guitarra), Aquiles Moraes (trompete) e Everson Moraes (trombone).

Niterói Solidária – A festa terá um ponto de doação para a campanha Niterói Solidária, que arrecada alimentos e produtos de higiene e limpeza para ajudar famílias que estão em situação de vulnerabilidade.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress