20.9 C
São Gonçalo
sábado, junho 22, 2024

A 3ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio suspendeu o decreto do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves que autorizava o retorno das aulas para os estudantes do Ensino Médio em toda a rede pública e privada da cidade.

A decisão foi motivada após questionamento feito pela Defensoria Pública do Rio. Desde segunda-feira, quatro escolas particulares de Niterói já haviam retomado as atividades: o Instituto GayLussac, em São Francisco; a Escola Canadense, em Piratininga; e dois colégios da rede PH, em Icaraí e Piratininga.

“Os pais e responsáveis dos menores matriculados nas redes pública e particular do Ensino Médio certamente não estão satisfeitos com a possibilidade de verem seus filhos servirem de cobaia para um projeto que não apresenta segurança concreta diante de um quadro de pandemia global”, argumentou na decisão a juíza Mirella Correia de Miranda.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress