23.9 C
São Gonçalo
sexta-feira, maio 24, 2024

Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara comemora três anos em atividade

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu nesta quarta-feira (03/05), um evento em celebração aos três anos do Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara, em São José do Imbassaí. O hospital contribuiu para salvar milhares de vidas durante a pandemia da Covid-19 e atualmente é referência em cirurgias gerais e de diversas especialidades na cidade, com mais de três mil procedimentos realizados em cerca de oito meses, todos marcados pela Central de Regulação do município.

No espaço, também são oferecidos outros serviços importantes e que fazem a diferença no cotidiano da população, como o Centro de Imagem, onde já foram realizados mais de 40 mil exames, entre radiografias, ecocardiogramas, ultrassonografias e tomografias. No setor de Trauma, inaugurado em fevereiro deste ano, já foram atendidos cerca de três mil pacientes referenciados com lesões físicas de média a alta complexidade. Além disso, o hospital conta com um ambulatório dedicado ao pré e pós-operatório de pacientes cirúrgicos regulados, onde já foram feitos 8.784 atendimentos entre julho de 2022 e março de 2023.

Durante a comemoração ao aniversário da unidade, o prefeito Fabiano Horta ressaltou a importância dos serviços de ponta, desde o período de enfrentamento à Covid-19 à atualidade.

“O Hospital Dr. Ernesto Che Guevara representa a nova dinâmica da saúde de Maricá, tendo relação afetiva com a história da cidade, representando um sonho em direção ao futuro. O hospital foi aberto durante a pandemia da Covid-19, contribuindo para superar um período difícil, marcando a vida das pessoas. Com isso, apresentamos à população um SUS de excelência e que deve ser valorizado por todos nós”, afirmou.

A secretária de Saúde, Solange Oliveira, destacou o papel do Hospital Dr. Ernesto Che Guevara para agilizar o fluxo de cirurgias e de outros serviços, diminuindo a espera por procedimentos.

“Estamos celebrando três anos do hospital e também comemorando resultados extraordinários alcançados construídos coletivamente, otimizando a saúde da cidade. A população de Maricá dobrou nos últimos anos e o hospital surge para oferecer serviços de excelência e reduzir filas de espera, principalmente para cirurgias, o que vem sendo feito e se intensificará daqui pra frente”, acrescentou.

Acolhimento qualificado e humanizado

O secretário de Governo, João Maurício de Freitas, pontuou a qualidade dos atendimentos recebidos no hospital, o que faz a diferença para a população.

“Muita gente pede para receber atendimento aqui no Che e, quando recebe, nem quer ir embora. Pede porque sabe que vai encontrar qualidade em tudo, desde a atenção que recebe até as instalações. Temos desafios grandes ainda pela frente, mas Maricá não vai parar de avançar no setor de saúde e em outros”, garantiu.

A cerimônia em comemoração aos três anos de funcionamento do Hospital Dr. Ernesto Che Guevara também contou com a participação do presidente da comissão de saúde da Câmara Municipal de Maricá, Richard Alter; de diretores da unidade hospitalar; vereadores da cidade; além de gestores da área e colaboradores.

Hospital conta com estrutura completa

No centro cirúrgico são realizados procedimentos gerais, vasculares, urológicos, ortopédicos, pediátricos, dermatológicos, ginecológicos, bucomaxilofaciais, dentre outros, marcados pela Central de Regulação do município. São quatro salas cirúrgicas de ponta, totalmente equipadas e adaptadas. Além disso, há 34 leitos cirúrgicos de enfermaria direcionados ao pré e ao pós-operatório, assim como um Centro de Terapia Intensiva, onde é oferecido atendimento qualificado em um ambiente de ponta.

O moderno Centro de Imagem da unidade hospitalar pode realizar aproximadamente três mil exames por mês, todos com marcação pela Central de Regulação do município. No local, está em operação um tomógrafo de alta complexidade, um dos mais modernos do país.

O setor de Trauma acolhe pacientes que chegam em ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), do Corpo de Bombeiros e das unidades de urgência e emergência da cidade. O espaço conta com quatro leitos para adultos, um leito pediátrico, assim como uma sala amarela, que possui seis leitos para adultos e outros três pediátricos de retaguarda. Somente em março deste ano foram recebidas 1.307 pessoas no setor, o que reforça a sua importância.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress