23.9 C
São Gonçalo
sexta-feira, abril 19, 2024

Gonçalense usa arte para custear tratamento de filha com doença rara

Leia Mais

Já imaginou descobrir um talento através de um momento de dor e preocupação?! Esse é o início da história do escultor gonçalense Alessandro Soares, de 48 anos, que após a descoberta da Síndrome de Sturge-Weber, doença rara que atinge o cérebro, de uma de suas filhas, teve que se dedicar aos trabalhos artísticos dentro de sua própria residência para conciliar o tratamento da herdeira com a sua fonte de sobrevivência em razão do desemprego. Desde então, ele utiliza as esculturas feitas através de isopor e quadros personalizados para custear medicamentos e consultas, que giram em torno de R$ 2/3 mil por mês.

 

Durante entrevista para a equipe de reportagem do Lado de Cá, o escultor gonçalense afirmou que o seu maior sonho é montar um ateliê com espaço para produzir as suas artes com maior comodidade. Para isso, o morador do bairro Antonina já está viabilizando a venda da casa em que mora para a aquisição de outra em um local mais espaçoso.

 

“Sempre trabalhei em áreas comerciais, onde eu não me sentia bem e não via um futuro para mim em lojas, setores administrativos, gostaria de entrar no quesito da arte e produzir o que eu gosto. Com o passar dos anos, eu fui aumentando esse leque, não só fazendo as esculturas, mas produzindo quadros, entre outras coisas. Diante do desemprego que assola o país, temos que nos reinventar para conseguir almejar nossos objetivos”, disse.

 

Oriundo de família humilde de São Gonçalo, Alessandro relatou os momentos de sofrimento que passou para chegar até os dias de hoje com força de vontade e gana por melhorias em suas condições de vida.

 

“Eu já passei por poucas e boas para me aperfeiçoar na minha área, já fiz diversos cursos e não tive uma oportunidade real de mostrar o meu trabalho, seja em eventos grandes ou ter o reconhecimento de um artista da minha área. Nós que viemos de família humilde, temos que passar por cima dessas barreiras e superar os desafios da vida”, disse o artista gonçalense.

 

Uma de suas maiores parcerias e fã do seu talento é a sua outra filha, Luiza Gomes, de 20 anos, que sempre que pode ajuda o pai nas criações artísticas e o auxilia junto da mãe no tratamento da pequena.

 

“Meu pai é um guerreiro e sou muito grata por ser uma das filhas desse homem batalhador, sonhador e que merece o mundo. Tenho certeza que esse dom vai ser utilizado de forma muito bonita em breve. Acredito que quem luta e batalha por seus objetivos, merece conquistar o mundo e ele faz isso. Pai, você é o meu orgulho”, disse a jovem, que atualmente cursa direito e auxilia nas despesas de casa.

 

Quem tiver o interesse em realizar trabalhos artísticos ou até mesmo conhecer a história de vida do gonçalense, basta entrar em contato através do (21) 98815-3382. Alguns dos trabalhos do artista, também estão disponíveis em seu perfil no Facebook (https://www.facebook.com/alessandrosoaresesculturas).

 

A doença – A síndrome de Sturge-Weber afeta os pequenos vasos sanguíneos. Ela é caracterizada por uma marca de nascença no rosto chamada mancha vinho do porto, crescimento excessivo dos vasos sanguíneos (angioma) nos tecidos que recobrem o cérebro, ou ambas as coisas. Este distúrbio pode causar convulsões, fraqueza, deficiência intelectual e elevação da pressão em um olho (glaucoma) e pode aumentar risco de acidente vascular cerebral.

 

 

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress