23.2 C
São Gonçalo
sexta-feira, junho 14, 2024

Flordelis tentou envenenar o marido com arsênio antes de assassinato, diz Polícia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro afirmaram, que a deputada federal Flordelis (PSD) teria envenenado seu marido Anderson do Carmo com doses de arsênio antes do assassino.

Segundo as investigações, Flordelis teria sido a mentora intelectual da morte do marido, no dia 16 de julho de 2019, em Niterói.

Ainda segundo as investigações, a parlamentar teria começado com o plano de assassinato em maio de 2018, envenenando o pastor com doses de arsênio na comida.

“Até 2019, ele teve várias passagens na emergência de hospitais de Niterói, com diarreia, vômitos, sudorese, e se tratando como se fossem outras coisas”, explicou o promotor.

Flordelis também foi denúncia por associação criminosa, mas não pôde ser presa por causa da imunidade parlamentar, quando somente flagrantes de crimes inafiançáveis são passíveis de prisão. Nove pessoas foram presas pelo envolvimento, sendo cinco delas filhos do casal.

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress