Faxineiro é agredido a socos por morador e demitido do emprego em condomínio no Centro de Niterói

O faxineiro Rodrigo de Souza, de 35 anos, foi agredido a socos por um morador do Edifício Modigliani, localizado no Centro de Niterói, Região Metropolitana do Rio. O morador é um comerciante identificado como Paulo Afonso, que relatou ao G1 ter sido xingado e ofendido pelo faxineiro.

Segundo Rodrigo, a agressão, ocorrida no dia 9 de maio, aconteceu apenas por um aviso que deu ao filho do morador de que o banheiro do playground do prédio estava fechado

“Os problemas começaram em 1 de maio. Naquele dia, avisei o filho do morador que me agrediu que o banheiro do playground estava fechado – funcionaria apenas para eventos e reuniões. Já o da garagem estava aberto o tempo todo e poderia ser usado. Foi só isso que eu disse para o filho dele, nada mais. O rapaz entendeu, mas por algum motivo o pai ficou irritado e passou a me destratar e ofender a partir daquele mesmo dia”, contou o faxineiro ao portal de notícias G1.

Rodrigo foi agredido durante discussão

O morador agrediu o faxineiro cerca de 8 dias depois da discussão. Nas imagens, é possível ver que o faxineiro não reage e protege apenas o rosto contra os socos do morador. O faxineiro ainda teve que lidar com uma demissão sem explicações, uma semana para completar um ano de trabalho no prédio. Fui agredido e ainda acabei sem meu emprego”, disse Rodrigo, que é morador de São Gonçalo e nesta terça-feira (19) começou a trabalhar em outro edifício de Niterói.

O caso foi registrado na 76ª DP (Niterói). Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, um inquérito foi instaurado para apurar o fato. Testemunhas serão ouvidas e as diligências estão sendo feitas, com a investigação está em andamento.

O comerciante deu sua versão no caso: “Começamos a ter problemas desde quando ele passou a trabalhar no prédio e a esconder o controle remoto da entrada da garagem. Com o tempo, ele ficou cada vez mais agressivo comigo, não sei por quê. Chegou a xingar a mim e a minha mãe, que tem uma série de problemas de saúde”, disse o comerciante Paulo Afonso, morador que desferiu os golpes em Rodrigo.

Rodrigo afirmou que vai entrar com processo trabalhista contra a JPS Administração de Condomínios e Contabilidade, responsável pela administração do condomínio, e também contra o próprio Condomínio Modigliani. Também moverá processos cível e criminal contra o agressor.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.