24.9 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 28, 2024

É possível fazer dieta sem deixar de tomar cerveja? entenda como

Foto: Shutterstock

A cerveja é o líquido feito com grãos de cevada, planta pertencente ao grupo familiar das gramíneas. É o tipo de bebida que não costuma fazer parte do dia a dua de um atleta profissional ou amador e, principalmente, de quem sonha com o shape sarado. Nesse sentido, surge este questionamento: dá para manter o consumo de cerveja na dieta?

A resposta e esclarecimento da especialista

“Se consumida moderadamente, ela pode fazer parte de um estilo de vida balanceado. Já que como o vinho, contém antioxidantes e algumas vitaminas e minerais provenientes dos cereais, como milho, arroz, trigo e do lúpulo”, respondeu a nutricionista Dra. Andrea Zaccaro.

Andrea explicou na sequência que na cerveja há antioxidantes, que podem contribuir para a saúde. Também há ingredientes naturais, entre eles o lúpulo, que além de conferir o amargor característico da bebida, oferece boa quantidade de antioxidantes, substâncias que impedem a formação dos radicais livres ou bloqueiam a sua atuação prejudicial no organismo.

Zaccaro ainda pontuou que a cerveja não dá “barriga”, ou seja, a ciência comprovou que cerveja não é a responsável pelo aumento de peso e da gordura abdominal. No entanto, os quilinhos a mais surgem caso seja apreciada de forma exagerada e acompanhada de “tira-gostos”.

Como beber cerveja moderadamente?

“Se sua vontade for beber um chopp ou uma cerveja no happy hour, mate sua sede. A dica principal é: repense as quantidades; em vez de beber três chopps, opte por beber apenas uma e sem deixar de beber água junto”, sugeriu a nutricionista do aplicativo de saúde integrada Personal Virtual Mariana Gomes.

Diga não a dieta restritiva!

O que motiva uma pessoa a ser saudável é o físico “caprichado”. Sem dúvidas, existem muitas renúncias, desafios e lições assimiladas por trás desse corpo em forma. Então, ignore dieta restritiva e nunca se esqueça de que o objetivo de emagrecer requer muita paciência.

“Dietas restritivas não são recomendáveis, pois, apesar de gerarem resultados rápidos, elas não são saudáveis e muito menos sustentáveis. Ou seja, não podem ser mantidas a longo prazo e, em geral, os resultados delas desaparecem tão rápido quanto aparecem”, concluiu Mariana.

Dado

O Relatório Global de Consumo de Cerveja informou no ano de 2021, que o Brasil teve um consumo de 14,54 milhões de quilolitros de cerveja, o que denotou a alta de 5% em relação a ao ano 2020 e, também, 7,8% do mercado de cervejas em todo o mundo.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress