21.9 C
São Gonçalo
quarta-feira, junho 19, 2024

Diretor de hospital em São Gonçalo pode ter sido vítima de execução

A morte do diretor executivo do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), o policial federal aposentado José Dídimo do Espírito Santo Costa, de 59 anos, pode estar relacionada à sua atividade profissional. Agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo já tratam a hipótese de execução como uma das principais linhas de investigação para tentar elucidar o caso. Funcionários da unidade hospitalar, que fica no Colubandê, em São Gonçalo, devem ser chamados para prestar depoimento. Ele era considerado um profissional ‘linha-dura’ à frente da gestão do Heat.

De acordo com fontes da polícia, a possibilidade de José Dídimo ter reagido a uma tentativa de assalto na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104), altura do Caramujo, no último domingo, não foi totalmente descartada. No entanto, o que chamou a atenção dos agentes foi uma determinação do tráfico impedindo roubos naquela região e nos arredores do Morro do Castro, em Tenente Jardim. A ordem partiu de Hélio Policarpo Patrizi, o Keketo ou 2K, que ameaçou punir quem contrariasse suas regras. Uma informação de contrainteligência – com o objetivo de desviar o foco da polícia – apontou que os autores do crime seriam daquela comunidade, mas um dos denunciados está morto e o outro preso. A Polícia Federal esteve no Morro do Castro na última segunda-feira, mas ninguém foi preso.

José Dídimo mantinha vínculo com a Lagos Rio, antiga gestora do Alberto Torres, mas seria contratado pelo Instituto de Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde (Ideas), organização social que administra a unidade atualmente. A Lagos Rio é acusada de desviar mais de R$ 9 milhões da Saúde. Em junho, 12 funcionários da OS foram presos pelo Ministério Público.

Além de policial federal aposentado e gestor executivo da unidade de saúde, José Dídimo também era sócio da um posto de combustíveis, na Rua Leonor Corrêa, no bairro Trindade, em São Gonçalo. Os negócios da vítima também serão alvos de investigação da DH.

 

 

 

 

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress