19.4 C
São Gonçalo
terça-feira, julho 16, 2024

Como saber se o seu açaí é realmente saudável? Nutricionista explica

Rico em fibras, o açaí é mais um fruto que se encaixa como uma boa pedida para quem não quer perder a energia em meio a correria do dia a dia, não é mesmo? Bacana que ainda pode aparecer como suco, smoothies ou sobremesa. A diferença é que o “x” da questão se passa pela sua qualidade, o que resulta nesta dúvida: como saber se açaí é saudável?

Saiba como identificar se o açaí é saudável
Apreciou um açaí bem “docinho”? Saiba que esse sabor pode denotar uma “bomba” calórica, ou seja, talvez exista a presença de xarope para ofuscar a sua peculiaridade. Ainda assim, foi em um quiosque ou sorveteria e provou o açaí bem amargo? Muito bem! Uma vez que uma casa ofereceu esse modelo de açaí já provou que preservou a sua essência.

“Muitas vezes, esses xaropes estão ali para disfarçar o amargo típico da fruta. Como a cor do açaí vem da antocianina, responsável pela ação antioxidante, quanto mais escura for a polpa do açaí mais indícios de que se trata de um açaí saudável. Outra dica é quanto mais roxa sua boca e os seus dentes ficarem depois de comer ou tomar açaí como suco, maior será a ação antioxidante no seu corpo”, disse em entrevista exclusiva para o Sport Life a nutricionista esportiva da Soloh Clínica Renata Brasil.

Dessa maneira, entende-se que é pela cor que dá para identificar se a polpa do açaí é autêntica ou fake. Se o açaí tradicional estiver misturado com outros ingredientes calóricos, a sua cor fica distante do tom marrom ou roxo.

“Açaí é saudável quando se trata da polpa da fruta batida com água. Por si só já é uma fruta calórica, pois tem muita gordura, assim como o abacate. E isso vai se potencializar quando se coloca acompanhamentos muito calóricos. Ou quando a fruta vem com guaraná, brigadeiro, creme de avelã, chocolate, leite condensado e entre outros”, acrescentou Renata.

A atenção com os açaís de “supermercados”
A maioria desses produtos simplesmente denota “perigo”, ou seja, costuma concentrar açúcar simples adicionado por muitas vezes em forma de xarope de guaraná ou maltodextrina, o que potencializa o risco de diabetes principalmente para pessoas predispostas para essa doença.

“O comum é comprar a polpa do açaí, mas é preciso tomar cuidado com as versões muito processadas. Algumas versões oferecem apenas uma pequena porcentagem da fruta na embalagem. Fique de olho no rótulo e dê prioridade para produtos orgânicos, com poucos conservantes, corantes e adoçantes”, orientou a profissional.

Os acompanhamentos saudáveis para o açaí
Opte por frutas, alimentos com gorduras boas e fibras, trio que, além de adoçar, vai dar sabor e agregar em vitaminas e minerais com controle glicêmico. “Pode acrescentar frutas, como morango e banana, castanha de caju ou do Brasil, amendoim, granola sem adição de açúcar, um pouco de aveia em flocos, até mesmo acrescentar suplementos proteicos e sem adoçantes”, indicou a especialista.

Os péssimos acompanhamentos para o açaí
“Caldas, leite condensado, doce de amendoim, leite em pó, balas de goma e entre outras guloseimas. Tudo isso é açúcar adicionado e nós já estamos consumindo o açúcar da fruta. Basta ser consciente, ter os cuidados necessários, consultar nutricionistas e ser coerente ao apostar no açaí com complementos”, reforçou.

É verdade que faz mal tomar açaí todo dia?
“Esse também não é o tipo de alimento que deve ser consumido todos os dias. É importante variar o cardápio e garantir outras fontes de nutrientes. Além desse fato, é uma fruta muito calórica, o que pode gerar o desequilíbrio na dieta”, concluiu a nutricionista Renata Brasil.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress