21.9 C
São Gonçalo
quarta-feira, julho 28, 2021

Após dois anos e sete meses, coronel Sylvio Guerra deixa batalhão de Niterói

Ele vai ser o responsável pelo 4º Comando de Policiamento de Área (CPA), que abrange o 7º BPM (São Gonçalo), 12º BPM (Niterói), 25º BPM (Cabo Frio ), e 35º BPM (Itaboraí

Leia Mais

Guarda municipal salva família de tentativa de assalto e mata criminoso em São Gonçalo

Na noite desta terça-feira (27), um guarda municipal, de 52 anos, reagiu a uma tentativa de assalto e matou o criminoso em Santa Catarina,...

Público se despede de ‘Seu Peru’: morre Orlando Drummond

O eterno “Seu Peru”, da “Escolinha do Professor Raimundo”, o ator e dublador Orlando Drummond morreu nesta terça-feira (27) aos 101 anos de idade....

Sem se vacinar, irmã de Cristiano Ronaldo está internada com Covid-19

A irmã de Cristiano Ronaldo, Katia Aveiro, de 44 anos, está internada com os pulmões comprometidos por conta da Covid-19. Segundo postagem dela mesma...

Maricá inaugura trilha ecológica inédita no sábado (31)

Neste sábado, (31), o projeto Circuito Ecológico Caminhos de Maricá da Secretaria de Cidade Sustentável vai levar os aventureiros e amantes da natureza a...

Depois de dois anos comandando apreensões, detenções e prisões na guerra urbana de Niterói, chegou ao fim na manhã desta terça-feira (20), a missão do coronel Sylvio Guerra à frente do 12º Batalhão da Polícia Militar, que deixa a unidade para assumir a direção do 4º Comando de Policiamento de Área (CPA). A decisão foi publicada no Boletim Interno da Polícia Militar na manhã desta terça.

E já a partir desta quarta-feira (21), o desafio do coronel Sylvio Guerra, de 52 anos, dos quais 29 foram servindo às forças militares, aumenta, pois o 4º Comando de Policiamento de Área, abrange quatro batalhões: o 7º BPM (São Gonçalo), o 12º BPM (Niterói), o 25º BPM (Cabo Frio ), e o 35º BPM (Itaboraí).

De acordo com apuração do ‘Lado de Cá’, não há definição sobre o nome de seu substituto, e por enquanto, interinamente, o subcomandante Aristeu de Góes, deve assumir.

Para o agora ex-comandante do 12º BPM Sylvio Guerra, é hora de olhar para frente com o novo desafio que o espera: “Essa é uma responsabilidade normal da carreira. Acho que desempenhei junto com a corporação um bom trabalho e proporcionamos ao morador de Niterói a sensação de uma cidade mais segura, que sempre foi a minha maior preocupação nesses dois anos em que aqui estive” finalizou.

Notícias Relacionadas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Maricá entrega produção de abóboras para a população

A Prefeitura de Maricá distribuiu gratuitamente à população, nesta segunda-feira (26), a segunda leva da carga de seis toneladas de abóboras cultivadas na fazenda...

Empresário briga com Neymar por causa de mulher: ‘Fura-olho’

Antes companhia habitual de Neymar, integrante da turma dos “Parças”, que andam com o craque nas baladas e festas, o empresário Diego Aguiar usou...

Youtuber é preso acusado de estupro de crianças de Niterói

Crianças com idades entre 10 e 14 anos de Niterói foram alvos de um influenciador digital e youtuber de games acusado de aliciá-las e...

Fluminense encara o Criciúma pela Copa do Brasil

O Fluminense entra em campo nesta terça-feira (27), às 19h15, no estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina, para medir forças contra o Criciúma no...

São Gonçalo estende vacinação contra Covid-19 a jovens maiores de 18 anos (Veja os locais)

Gonçalenses com mais de 18 anos podem continuar se vacinando com a primeira dose da vacina contra o coronavírus nesta terça-feira (27), nos doze...