21.9 C
São Gonçalo
quarta-feira, junho 19, 2024

“Altinha street”, o esporte que se adaptou à quarentena e conquista os niteroienses

Durante o período de quarentena causado pelo novo coronavírus (Covid-19), muitos esportes tiveram que se adaptar a uma nova realidade. Assim foi com a “altinha”, esporte conhecido por ser praticado na praia, que mudou de “casa” e passou a ser praticado nas quadras.

Praticante da altinha há mais de um ano, Alessandro Castro, de 18 anos, morador de Pendotiba, em Niterói, é umas dessas pessoas que pratica o novo estilo, que é conhecido como altinha street.

“Eu comecei a jogar altinha na quadra e para mim é uma prática muito importante pois pode ser jogado por muitas pessoas. Eu sempre gostei de jogar futebol e altinha é algo diferente relacionado a bola, é um lugar onde puder fazer muitos amigos e não possui muita competitividade, tornando isso em algo divertido de se fazer”, afirma Alessandro.

Seu pai, Alessandro Leite, de 49 anos, defende a prática do esporte amador e exalta a importância dele neste período de quarentena.

“A altinha resgata um esporte tradicional e saudável, e o coloca no centro nervoso da adolescência e juventude. Na quarentena a Altinha se superou, deixou de ser um esporte praticado somente na praia, e invadiu os condomínios, devido a importância desse esporte no período, mais cruel da quarentena”, disse.

Altinha street conquistou os niteroienses

 

Sobre a “altinha”

A altinha surgiu na Praia de Ipanema, tomou conta do Rio de Janeiro, e foi ganhando o Brasil. O esporte é derivado do futevôlei, jogado em círculo, sem um número determinado de jogadores, mantendo a bola sempre no alto – daí surgiu o seu nome.

Nesse esporte você pode usar os ombro, cabeça e os pés, fazendo jogadas bonitas e rápidas como bicicletas e voleios. O mais legal do esporte é não possuir competição entre os jogadores e sim ser cooperativo.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress