28.9 C
São Gonçalo
terça-feira, junho 18, 2024

Fala-se muito em liberdade feminina nos dias de hoje, você concorda que o diferencial que todas nós mulheres ganhamos, foi a mudança do lugar da mulher na sociedade?

Muito interessante sabermos que nos meados do século XX , no período das duas grandes guerras as mulheres como sociedade, tiveram a real ótica da necessidade em ter que  sair para o mercado de trabalho. Muitas ficaram sem o retorno de seus companheiros, pois faleceram em combate,  ficaram ausentes de sua casa durante longos períodos e outras causas mais, estas, se viram com a responsabilidade total dos filhos , alimentação para todos que ali viveriam ainda.

No caso do nosso Brasil, este foi um fenômeno oriundo das classes médias urbanas , pois a mulher pobre no nosso país, sempre teve que trabalhar, nos meios rurais ou como empregadas domésticas, enfim, em sua maioria em trabalhos precários. Não haviam garantias, carteira assinada, normas e leis para assegurar os direitos desta mulher como trabalhadora.

No século XX, com a industrialização, houve a necessidade de se inserir a habilidade feminina para diversos setores, a mulher se aprimorou, foram determinadas, estudaram para ganhar mais espaço até hoje.

Uma triste realidade é que desde que foi necessário obter a mão de obra feminina, infelizmente não havia a mesma tabela  salarial para o mesmo desempenho de funções distintas , homens e mulheres ganhavam salários diferentes.

Mulheres não tinham a sua mão de obra valorizada , ganhavam muito menos.

Nos dias atuais, ainda se luta por salários igualitários nas  empresas que oferecem cargos distintos. Muitas empresas em sua seleção de trabalhadores, ainda dão preferência ao trabalho masculino ou mulheres sem filhos.

Pois querem total liberdade de horários de ambos os sexos. Há um preconceito com o fato de uma mulher ter filhos, é uma terceira jornada a ser cumprida, ainda há o fantasma quanto ao piso salarial, carga horária, benefícios, garantias…

Enfim, pesam tudo.

A empresa cobra o preencher da vaga ( claro que NÃO SÃO TODAS). E não a oportunidade ao ser humano em si.

O piso salarial mais baixo que o do sexo masculino,   afeta a todos os níveis de oportunidade de emprego.

Mas para chegarmos a essa emancipação da linha feminina ,os movimentos feministas, a aposentadoria do patriarcado,  para a evolução da igualdade no comando da casa, chegando assim ao mercado de trabalho.

A partir destes movimentos, nós mulheres ganhamos força, poder de decisão e voz.

Passando a ser ouvida na sociedade, a mulher ganha ,nos dias de hoje, cargos significativos de poder e representatividade. O que para muitas, ainda são poucas, essas sonhadas e vislumbradas oportunidades.

A busca da realização profissional em sua totalidade, está longe de acontecer. Infelizmente tudo que se passou, que se conquistou se depara com valores ainda arraigados, valores patriarcais quanto ao lugar da mulher na sociedade.

Muitos homem relutam o trabalho doméstico a ser compartilhado em seus lares. A mulher tem a sua terceira ou quarta jornada de trabalho, pois muitos companheiros relutam em colaborar com o bom andamento da casa deste núcleo familiar.

O cuidado com os filhos, a casa, alimentação, rouparia, educação, ensinar o dever de casa, de todo modo, os cuidados gerais com os filhos é sempre muito cansativo. E ambos precisam chegar a um acordo. Nos dias de hoje já podemos ver “homens exemplos”, dentre tantos outros. Que a sua maneira até estão estudando para se aprimorar e se aproximar cada vez mais desta atividades do cotidiano. Atividades essas que sempre fizeram parte do universo feminino.

Mesmo com todos esses avanços, muitas mulheres se deparam com a violência doméstica, tendo como  um dos motivos absurdos, a cobrança desta mãe, que chega cansada, e vai pedir uma divisão nessas tarefas, recebe em troca algum tipo agressivo de reação deste pai de família que faz questão de não se adaptar ao novo mundo em nossa sociedade atual.

Já passou da época, da hora, da maturidade, da meta de formação de uma família, toda a responsabilidade de uma casa ou da educação dos filhos ser apenas uma função destinada a mulher.

Desejo a todas as mulheres SORORIDADE, força e determinação.

Cada passo dado é vitória alcançada.

Mulher não tem que sofrer em uma relação para poder evoluir como pessoa.

Relação é a dois, em prol de quantos mais vierem desta união.

Sim!!!! A evolução feminina e a paz entre todas as partes envolvidas.

Uma mulher feliz consigo mesma não quer guerra com ninguém!

O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.”

Cora Coralina

Quanto a importância da mulher na sociedade:

Vamos a uma reflexão.

“Que pretendes, mulher?
Independência, igualdade de condições…
Empregos fora do lar?
És superior àqueles
que procuras imitar.
Tens o dom divino de ser mãe.
Em ti está presente a humanidade!”

Cora Coralina

Até semana que vem se Deus quiser! Beijinhos

 

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress