21.9 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 28, 2024

São Gonçalo é selecionado para desenvolver projeto com apoio internacional

Foto: Divulgação

São Gonçalo foi um dos 12 municípios, em todo o País, selecionado para produzir projetos de desenvolvimento urbano integrado, inclusivo e resiliente ao clima. A iniciativa do Governo Federal tem o objetivo de apoiar e aperfeiçoar projetos que aprimorem as condições para um desenvolvimento urbano mais integrado e centrado com o cidadão.

Intitulado como “Recuperação socioambiental das margens do Rio Alcântara (eixo Jardim Catarina/Trindade/Complexo do Salgueiro) no município de São Gonçalo/RJ frente às emergências climáticas”, o projeto, desenvolvido pela Secretaria de Gestão Integrada e Projetos Especiais (Semgipe), tem o objetivo de apresentar soluções inovadoras para a redução de enchentes nas regiões citadas.

A iniciativa é a primeira fase do Projeto Desenvolvimento Urbano Sustentável (DUS), elaborado pelo Ministério das Cidades em parceria com a organização alemã Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, com recursos do Ministério Federal da Cooperação Econômica e do Desenvolvimento (BMZ) da Alemanha.

“De 170 municípios, incluindo 17 capitais, que fizeram a inscrição, São Gonçalo ficou entre os 12 projetos selecionados. Estamos muito felizes e animados porque essa pode ser a primeira captação internacional de recursos para projetos desenvolvidos na gestão do prefeito Capitão Nelson.  É muito importante para o desenvolvimento da cidade esse estreitamento da relação do Executivo com organizações internacionais, pois assim podemos pensar em tecnologias mais avançadas”, destacou a secretária de Gestão Integrada e Projetos Especiais, Maria Gabriela Bessa.

Os projetos dos 12 municípios selecionados irão entrar em um processo de aprimoramento e adequação para possíveis fontes de financiamento. No segundo semestre do ano, seis cidades serão selecionadas para serem parceiras do Projeto DUS e desenvolverem suas propostas em um projeto concreto de Desenvolvimento Urbano Integrado, pronto para ser financiado.

Durante a seleção dos projetos, foram estabelecidos critérios de não-repetição e de priorização. Tais critérios foram elaborados para garantir a diversidade dos municípios selecionados e a coerência e relevância do conjunto dos municípios. As propostas foram avaliadas por diversidade territorial, diversidade de temas, diversidade de biomas, de macrorregiões e, ainda, a priorização de municípios liderados por mulheres.

“Nossa Secretaria de Gestão Integrada e Projetos Especiais é formada por 70% de mulheres, tendo em sua estrutura todos os cargos de liderança formado por mulheres”, disse a secretária.

O Projeto DUS visa promover a integração de setores e atores urbanos para desenvolver soluções que melhorem a qualidade de vida nas cidades, especialmente de grupos vulneráveis da sociedade, fortalecendo a boa governança e contribuindo para a coesão social e a resiliência climática.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress