20.9 C
São Gonçalo
sábado, junho 22, 2024

Parcela de R$ 300 do auxílio emergencial começará a ser creditada nesta quarta-feira

O governo federal liberou, enfim, o calendário dos pagamentos do trezentão, a extensão do auxílio emergencial para os beneficiários que não fazem parte do Programa Bolsa Família.

Ou seja, quem faz parte do Cadastro Único (CadÚnico) e os que solicitaram o benefício do auxílio emergencial a partir do aplicativo de celular (Extracad).

A primeira parcela da extensão do auxílio será creditada a partir desta quarta-feira.

Serão 27 milhões de pessoas que receberão R$ 300 ou R$ 600, no caso de mães chefes de família.

O calendário seguirá o mês de nascimento dos beneficiários: os créditos começam com os nascidos em janeiro, seguido de fevereiro, março e assim sucessivamente, em poupança social digital já existente em seu nome.

Os primeiros beneficiados nessa nova fase são os contemplados com o benefício em abril e que terminaram de receber as cinco parcelas do auxílio emergencial, os R$ 600, sem descontinuidade no recebimento do auxílio.

Os que se tornaram elegíveis em maio, junho e julho terão os novos valores creditados em outubro, novembro e dezembro, respectivamente, após o fim do pagamento do auxílio.

Os recursos, assim como o seiscentão, serão depositados na poupança social digital da Caixa, e os saques seguirão um calendário diferente da data de crédito.

Por exemplo: os que forem do ciclo 3 e nasceram em janeiro e fevereiro terão o crédito feito em conta no dia 30 de setembro, mas o saque somete estará autorizado em 7 de novembro.

Essa extensão do auxílio será paga em até quatro parcelas, encerrando, obrigatoriamente, em dezembro de 2020, mas os saques para o ciclo 6, a partir dos nascidos em março, vão seguir até janeiro de 2021.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress