28.2 C
São Gonçalo
terça-feira, setembro 28, 2021

Professor Junior e a luta para manter a tradição do Kung Fu

Leia Mais

Aposentado trabalha há 5 anos como gari recolhendo lixo jogado por motoristas na BR-101, em SG

Morador da Favela do Pica-Pau, no Porto Velho, em São Gonçalo, o aposentado Messias Ramos de Marins, de 53 anos, passa suas manhãs realizando...

Governador Cláudio Castro recebe segunda dose da vacina contra a Covid-19

O governador Cláudio Castro recebeu a segunda dose da vacina contra a Covid-19, na manhã desta terça-feira (28), no quartel do 17º Grupamento de...

Dupla é presa após roubar cavalos na BR-101

Dois homens foram presos, nesta terça-feira (28), após roubarem dois cavalos de um curral às margens da BR-101, no bairro Pinhão, em Tanguá. Segundo a...

Buraco causa transtorno em Santa Catarina, São Gonçalo

Após receber reclamações de moradores, uma equipe de reportagem do LADO DE CÁ esteve na manhã desta terça-feira (28) na Rua Doutor Jurumenha, em...

Jonathan Junior da Silva Mendes, conhecido como professor Junior, formou-se na Escola Kung Fu Garra de Águia Gonçalense, com o mestre Serpio, o legítimo representante da Associação Kung Fu Garra de Águia em São Gonçalo.

Professor de Arte e Cultura Oriental, professor Faixa Preta em Shuai Jiao, professor de Dança de Leão e Dragão Chinês e professor de Percussão Cultural Chinesa, o professor Junior tem trabalhado para manter a tradição do Kung Fu, arte marcial nacional da China (Guoshu), que é conhecida como uma arte de habilidade, cujo real significado é Trabalho Duro.

O professor Junior acumula, ainda, outras funções, como Diretor Financeiro da Federação de Kung Fu Kuoshu Garra de Águia do Rio de Janeiro e é o responsável pelo Departamento de Cultura e Projetos da A.K.F.G.A.G.E.R.J. (Associação Kung Fu Garra de Águia Gonçalense do Estado do Rio de Janeiro), tendo sido um dos responsáveis pela conquista do Projeto de Lei Nº 1562/2016, que inclui a comemoração do Ano Novo Chinês no Calendário de datas comemorativas do Estado, anualmente, todo mês de fevereiro.

Para compreender a importância do projeto, é preciso conhecer um pouco da história. Após a abertura dos portos, em 1808, os primeiros imigrantes legais no Brasil foram os chineses. A abertura do Porto do Rio de Janeiro, por Dom João, tinha como objetivo trazer os chineses para trabalhar nas plantações de chá, que vieram como imigrantes e, em sua maioria, fixaram residência e abriram negócios no Estado. Com a aprovação do projeto, o Rio de Janeiro passa a apoiar a celebração cultural para toda a população carioca e chinesa. Em São Paulo a celebração acontece há mais de 10 anos com aproximadamente 200 mil pessoas por dia participando das comemorações. É um evento sem fins lucrativos, com atrações variadas de artes marciais com músicas, danças e comidas típicas chinesas, que ainda apoia causas sociais e instituições carentes, bem como causas sustentáveis que despertem a consciência do cidadão.

Entre outros trabalhos que divulgam a tradição, ganha destaque a representação cultural chinesa que aconteceu no carnaval de 2018, no G.R.E.S. Império Serrano, onde a Associação Garra de Águia levou 2 Leões Chineses, 1 Dragão e 3 Príncipes, figuras culturais que enriqueceram o desfile da escola. Um trabalho de 6 meses, que foi realizado junto ao carnavalesco e os diretores.

Ainda no ano de 2018, o professor Junior foi alvo de uma exposição feita por uma repórter do Rio Grande do Sul, que expôs alguns de seus trabalhos como representante cultural. Participou, também, de um longa metragem para uma empresa de filmes da Argentina.

O interesse pela arte marcial surgiu há cerca de 15 anos, quando foi apresentado ao Kung Fu pela esposa daquele que é o seu mestre até os dias de hoje, mestre Serpio Silva. O professor Junior considera sua Escola uma família, e conta um pouco sobre o trabalho que realizam juntos:

“Todos os eventos que participei, que trabalhei, que montamos juntos todos os detalhes, sejam internos, nacionais e internacionais, têm uma forma e um gosto especial! Nos apresentamos, competimos, arbitramos… e tudo que fazemos em família nos une cada vez mais e a cada passo que avançamos, vamos juntos. Cada evento é especial e marca de uma forma diferente. Ver a nós mesmos competindo ou um aluno, e ter o sabor da vitória ou lidar com mais uma lição que as vezes vem com a derrota, isso sim é especial! Estar inserido na sociedade e fazer parte de cada família ali representada por cada um de nós, sejam mestres, professores ou alunos, isso é especial!”

Agradecido à Família Kung Fu, ao mestre Serpio Silva, ao Grão Mestre Li Wing Kay e a todos os seus irmãos e alunos, que percorreram sua vida, o professor Junior segue trabalhando e se dedicando para que a cultura da arte chinesa seja mantida, de forma tradicional, no Brasil. E não se pode esquecer que, seja como modalidade esportiva ou atividade de entretenimento, o Kung Fu é uma arte inspiradora que traz muitos benefícios e qualidade de vida para todas as idades. Caso deseje conhecer mais profundamente o trabalho da Associação Garra de Águia, o Centro de Treinamento fica no Porto Velho, em São Gonçalo.

Notícias Relacionadas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

São Gonçalo oferece aulas de taekwondo

A Secretaria de Esporte e Lazer (Semel) segue promovendo a realização de atividades esportivas em diversos bairros do município, implementando, nos primeiros seis meses,...

Um baleado e outro preso no Complexo do Salgueiro

Um homem foi baleado e outro preso em ação da Polícia Civil na Rua José Francisco Corrêa, bairro de Itaúna, Complexo do Salgueiro, em...

Praga do Rio chega ao interior: furto de cabos e equipamentos

A rotina criminosa de furtos de cabos e equipamentos que assola a capital do estado - com vários sinais de trânsito inoperantes e afetando...

Moradores jogam lixo na rua por falta de caçamba no Largo do Barradas em Niterói

Mau cheiro, baratas, moscas, ratos e uma quantidade de lixo fazem parte do cotidiano dos moradores da Rua Reverendo João Corrêa D'Avila, no Largo...

Donos de veículos com placas finais 1 e 2 têm até quinta (30) para regularização

O licenciamento anual de veículos para carros com placas finais 1 e 2 termina na próxima quinta-feira (3). Os proprietários precisam pagar a Guia...