19.9 C
São Gonçalo
domingo, maio 26, 2024

Prefeitura de Maricá reúne empresários e comerciantes para ciclo de palestras do ‘Procon Capacita’

Foto: Marcos Fabrício / Prefeitura de Maricá

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Defesa do Consumidor, iniciou nesta quarta-feira (31/05) a série ‘Procon Capacita’, um ciclo de palestras sobre direitos do consumidor para empresários e comerciantes da cidade com objetivo de aproximá-los do poder público. O evento foi realizado no auditório do Banco Mumbuca, no Centro. Diversos assuntos foram debatidos, como gestão financeira, relações de consumo e prevenção de perdas.

Em sua fala de abertura, o secretário de Defesa do Consumidor de Maricá, Felipe Paiva, afirmou que o ciclo de palestras é um projeto inovador que objetiva mostrar a importância de ter nas ruas um setor que seja não apenas combativo, mas também educativo.

“Para nós não basta cumprir a lei, mas também é fundamental disseminar o conhecimento sobre o Código de Defesa do Consumidor, e é essa a missão do Procon-Maricá. É importante também ter um consumo qualificado numa cidade que cresce como a nossa. Isso vai nos ajudar a entender que, muitas vezes, não existe má-fé nas relações de consumo, mas há problemas de gestão a serem sanados”, avaliou o secretário.

Entre os palestrantes do primeiro dia estavam o engenheiro André Mazza (que foi gestor de uma rede de supermercados) e o advogado Wagner Santos, que integra o corpo jurídico do Procon e defende a necessidade de desconstruir a imagem apenas punitiva do órgão.

“O que todo comerciante precisa entender é que, em algum momento, nós somos todos consumidores, nós nos igualamos. Quem é comerciante vira consumidor quando está, por exemplo, em casa descansando e aciona sua plataforma de streaming para assistir sua série favorita, ou quando pede um lanche para entrega. Essa troca de lugar é importante para entender as demandas de quem procura um produto ou serviço”, comparou o advogado.

Para André Mazza, que abordou os três tópicos em sua palestra, é preciso evitar todo tipo de perda no estabelecimento, aí incluída a de clientes. “Quando se perde uma lata de cerveja, é preciso vender metade de um pack para recuperar aquela unidade. Mas se o vendedor não dá a atenção necessária a um cliente que entra na loja, ele vai embora e não volta mais. Isso também é perda, e é preciso evitar da mesma forma”, alertou o gestor.

De acordo com a Secretaria de Defesa do Consumidor, o ‘Procon Capacita’ acontecerá todos os meses com um tema diferente, nos turnos da manhã e da tarde. O próximo evento será também no Banco Mumbuca, no dia 21 de junho, e as inscrições estarão disponíveis nos próximos dias na página da secretaria no Instagram.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress