19.9 C
São Gonçalo
domingo, maio 26, 2024

Prefeitura de Maricá lança programação 2023 do Cine Henfil

Foto: Evelen Gouvêa / Prefeitura de Maricá

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Cultura, lançou nesta quinta-feira (04/05) a programação 2023 que será exibida ao longo do ano, gratuitamente, para a população no Cine Henfil, cinema público municipal administrado pelo Centro de Criação de Imagem Popular (Cecip). Na abertura foram exibidos os filmes “Dedo na Ferida”, do cineasta Silvio Tendler, que ganhou o prêmio no Festival do Rio em 2017 como melhor documentário pelo júri popular; e “Socorro”, de Susanna Lira, sobre a líder comunitária Socorro do Burajuba, do município de Barcarena, no Pará, considerado zona de sacrifício ambiental e social.

“O Cine Henfil é um marco histórico de resgate dos cinemas de logradouros públicos, é um instrumento de políticas democráticas da nossa gestão. A programação se preocupa com a reflexão, formação e inclusão social. Pensamos a cidade inteligente, por meio das artes, sustentável, afetiva, solidária, cooperativa e, sobretudo, humanística”, comentou o secretário de Cultura, Sady Bianchin.

O lançamento contou com a presença de 50 alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal de ensino, autoridades, artistas, convidados e vários cineastas, entre eles, o diretor Silvio Tendler, que também é professor de cinema e historiador. “Hoje estamos com muitos outros grandes cineastas aqui. Maricá se destaca com a cultura e agora com um lindo e grande cinema de rua, um cinema público. O cinema é uma ferramenta de impacto social, pois consegue modificar e acrescentar na vida das pessoas. Eu tenho muito orgulho e fico muito agradecido em poder participar dessa iniciativa. Parabéns, Maricá”, comentou o cineasta homenageado da noite.

O Cine Henfil tem letreiro que remete aos cinemas antigos, como o Cine Odeon, no Rio de Janeiro. Na parte interna, são 200 poltronas, sendo 190 comuns, quatro para pessoas obesas, quatro para cadeirantes e outras duas para pessoas com mobilidade reduzida, além de moderno equipamento cinematográfico com tela e projetor de áudio e vídeo. O espaço foi oficialmente inaugurado em 2014, mas funcionava como um Cineteatro, sendo palco de inúmeras apresentações que reuniram milhares de pessoas.

Funcionamento e programação

O Cine Henfil vai funcionar de terça a quinta-feira, com sessões voltadas para o projeto Cine Escola, com programação temática a ser trabalhada em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, dentre outras. De sexta a domingo, haverá filmes para o público em geral, com sessões temáticas, lançamentos e encontros com os realizadores que vão acontecer sempre às 15h, 17h e 19h.

A programação está voltada para a diversidade e pluralidade cultural, com o objetivo de proporcionar o contato de todos os públicos com produções cinematográficas de qualidade, contemplando a população maricaense com obras brasileiras e estrangeiras, históricas e filmes de ficção e documentários, em exibição simultânea ou recente nos circuitos.

“Aceitamos desafio desafio de gerir o Cine Henfil, porque nossas experiências nos dizem que podemos fazer bem esse trabalho. É uma oportunidade de mostrar o que acontece quando valorizamos a participação das pessoas e quando abrimos espaços para troca de conhecimentos. O Cine Henfil é a oportunidade para que o cine-escola aprimore, enriqueça e estimule a construção de conhecimentos. Teremos ótimos filmes para todas as idades. Vamos, Maricá”, comentou o diretor executivo do Centro de Criação de Imagem Popular (Cecip), Claudius Ceccon.

Entre os filmes programados para esta ano estão: ‘O Menino e o Mundo’ dirigido por Alê Abreu; ‘Cidade de Deus – 10 Anos Depois’ dirigido por Luciano Vidigal; ‘Marte Um’ dirigido por Gabriel Martins; ‘Perlimps’ dirigido por Alê Abreu; e ‘Clara Estrela’ dirigido por Susanna Lira. Confira a programação completa dos próximos 15 dias

Programação do fim de semana
Sexta-feira (05/05)
15h – Filme infantil – Poropopó
17h – Documentário adulto – Nas asas da Pan Am
19h – Filme adulto e debate com Susanna Lira – Mussum, Um Filme do Cacildis

Sábado (06/05)
15h – Filme infantil – Poropopó
17h – Filme adulto – Arqueologia de um poeta
19h – Documentário adulto e debate com Susanna Lira – Clara estrela

Domingo (07/05)
15h – Filme infantil – Poropopó
17h – Filme adulto – Chico Mário: a melodia da Liberdade
19h – Filme adulto e debate com Susanna Lira – A mãe de todas as lutas

Sinopses

Poropopó
Julieta vive com sua família muito peculiar e totalmente diferente das outras. Assim como sua família, ela é uma palhaça, trazendo alegria para todos durante seus shows, que passam de cidade em cidade. Porém sua vida muda totalmente e toma um rumo inesperado quando seus pais decidem sair dessa vida e se instalar em uma cidade próxima.

Documentário Nas asas da Pan Am
O documentário é uma autobiografia do diretor Silvio Tendler, abordando o período em que o mesmo viveu em autoexílio, no Chile, nos anos 1970, Anos depois, estudou cinema em Paris, voltando ao Brasil na época em que o país se redemocratizava.

Mussum, Um Filme do Cacildis
O filme conta a trajetória do músico e comediante Antônio Carlos Bernardes Gomes, que começou sua carreira como vocalista do grupo “Os Originais do Samba”, passando por atuações na TV e no cinema, e depois como integrante de “Os Trapalhões”, grupo que revolucionou a forma de fazer humor na teledramaturgia brasileira.

Arqueologia de um poeta
A intensa vida de Ferreira Gullar, um dos poetas mais influentes do Brasil, é revisitada por seu amigo pessoal Silvio Tendler, a partir da sua obra mais aclamada: o Poema Sujo. Além de abordar outras poesias de Gullar, o documentário também traz o depoimento de pessoas que conviveram diretamente com o trabalho do artista.

Chico Mário: a melodia da Liberdade
Chico Mário, a melodia da liberdade lembra a trajetória de um músico reconhecido por seus pares como um dos mais talentosos do seu tempo e que precisa ser descoberto por quem gosta de música de qualidade. Em nove anos, o compositor e violonista, irmão de Henfil e Betinho, produziu material para oito discos autorais. Precursor do financiamento coletivo e da música independente transitou por toda a riqueza dos sons brasileiros, do erudito ao choro.

A mãe de todas as lutas
O filme acompanha a trajetória de Shirley Krenak e Maria Zelzuita, mulheres que estão à frente da luta pela terra no Brasil. Shirley traz a missão de honrar as mulheres e a sabedoria das Guerreiras Krenak, da região de Minas Gerais. Maria Zelzuita é uma das sobreviventes do Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará. As trajetórias destas duas mulheres nos ligam ao conceito da violência e apropriação do corpo feminino.

Documentário Clara Estrela
O documentário passa pela trajetória da cantora Clara Nunes, que conquistou o Brasil e vários países do mundo, revela um pouco mais dessa personagem que, mesmo passados mais de 30 anos de sua morte, permanece em lugar de destaque na história da música popular brasileira.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress