23.9 C
São Gonçalo
sexta-feira, maio 24, 2024

Polícia Civil vai investigar injúria racial contra o jogador Gerson

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI) irá apurar a denúncia de injúria racial cometida contra o jogador Gerson, do Flamengo, durante jogo com o Bahia, neste domingo (20/12).

Segundo Gerson, em entrevista após a partida, ele disse ter ouvido “Cala a boca, negro” do meia-atacante Índio Ramírez. No episódio, Gerson também discutiu com Mano Menezes no campo e pediu respeito ao técnico.

A equipe da Delegacia vai ouvir o atleta e outros envolvidos serão chamados para prestar depoimento na unidade policial a fim de esclarecer o fato.

Momentos depois ao ocorrido o Bahia se manifestou em nota sobre o caso

“O Esporte Clube Bahia vem a público se manifestar sobre a denúncia de racismo feita pelo atleta Gerson, do Flamengo, ocorrida na noite deste domingo (20).

O atleta Indio Ramírez nega veementemente a acusação e a ele está sendo dada a oportunidade de se defender de algo tão grave.

O clube entende, porém, que é indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza.

Assim, decidiu afastar imediatamente o jogador das atividades da equipe até a conclusão da apuração.

O presidente Guilherme Bellintani ligou para Gerson a fim de prestar solidariedade.”

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress