19.9 C
São Gonçalo
terça-feira, julho 23, 2024

Polícia acredita que morte de Romário Barros, fundador do Lei Seca Maricá, foi encomendada

Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) trabalham com a hipótese de que a morte de Romário Barros, fundador do site Lei Seca Maricá, foi encomendada. O corpo do empresário foi encontrado, na noite desta terça-feira (18), com marcas de tiro na cabeça e no pescoço, no bairro Araçatiba, em Maricá.

 

Segundo a polícia, a perícia realizada no local constatou que os criminosos realizaram três disparos, sendo dois na cabeça e um no pescoço da vítima.

 

O corpo de Romário está no Instituto Médico Legal (IML) do Barreto, em Niterói. Ainda não há informações sobre o local do velório e o enterro do jornalista.

 

Segundo caso em menos de um mês – No último dia 25 de maio, o jornalista Robson Giorno, do site Jornal O Maricá, foi executado na porta de casa, no bairro Boqueirão, em Maricá. Os dois eram conhecidos por noticiarem acontecimentos políticos do município.

 

Com informações de O Dia

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress