23.9 C
São Gonçalo
sábado, abril 13, 2024

Páscoa fitness: 3 dicas para escolher um ovo nutritivo

NUTRIÇÃOPáscoa fitness: 3 dicas para escolher um ovo nutritivo Truques que mantêm os amantes de doces aliviados nesse dia festivo

Leia Mais

A Páscoa será celebrada em 31 de março, mas além de todo contexto religioso também é conhecida pelo alto consumo de chocolate. Um momento que deixa uma pessoa fitness preocupada, afinal, posso comer meu ovo de páscoa tranquilo? Nesse sentido, veja as três dicas da nutróloga Dra. Marcella Garcez para escolher o ovo nutritivo.

O trio de dicas para sua páscoa fitness

Chocolate amargo

Os chocolates acima de 70% denotam como opções saudáveis. “Eles contêm mais cacau. Seria ótimo se o nosso paladar estivesse adaptado ao cacau 100%. No entanto, a amargura causada pelos polifenóis torna os grãos de cacau não processados bastante desagradáveis. Os fabricantes desenvolveram técnicas de processamento para eliminar o amargor e criando chocolates com menor teor de cacau, como ao leite, oleaginosas, meio amargo e o branco. Tais processos reduzem o conteúdo de polifenóis em até dez vezes. Para os consumidores, o produto é marcadamente diferente, principalmente devido ao baixo teor de polifenóis e às outras substâncias adicionadas durante a fase de processamento, por exemplo: açúcar e emulsificantes, como lecitina de soja”, disse.

Oleaginosas

Tanto as opções ao leite quanto as oleaginosas aumentam a lista de ingredientes com adição do leite e da oleaginosa, como avelã, noz e amendoim. “Apesar de serem calóricas, as oleaginosas adicionam nutrientes ao produto, como o ômega-3, que ajuda no controle do colesterol, possui propriedades anti-inflamatórias, melhora a circulação e o desempenho cognitivo”, declarou.

Consumo eventual de chocolate branco

“O chocolate branco tem manteiga de cacau, sendo composto basicamente de gordura, açúcar, leite e aromatizantes. Ele não tem a massa de cacau, mas sim com a gordura da fruta. Quem não abre mão do chocolate branco pode optar pelas versões sem açúcar para minimizar seus malefícios à saúde e sem esquecer que a guloseima é rica em gorduras. As opções que trazem mais gordura adicionada devem ser evitadas. Chocolates recheados e que trazem ingredientes que agregam ainda mais açúcar ao produto, como doce de leite e brigadeiro, também devem ser evitados”, concluiu a Dra. Marcella Garcez.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress