24.9 C
São Gonçalo
domingo, junho 16, 2024

Niteroiense busca patrocínio para lançar documentário sobre Os Trapalhões

Gabriel Gontijo ao lado do ator Gracindo Junior, que participou do doc

Quando Os Trapalhões se separaram pela primeira vez, em 1983, Gabriel Gontijo, niteroiense de Icaraí, não era nem nascido. Vindo ao mundo em 1988, o jornalista de 32 anos, viu pouco as trapalhadas de Didi, Dedé, Mussum e Zacarias, o que não impediu sua paixão pela turma do “Ô psit, ô da poltrona”.

“Simplesmente comecei a ver e gostei. Não vi a formação clássica com os quatro juntos, e inclusive pensava que Os Trapalhões eram um trio. Só depois de algum tempo que vi o filme Os Trapalhões na Terra dos Monstros, de 1989, foi que notei a presença de Zacarias”, diz o jornalista demonstrando sua paixão pelos artistas.

Em 2017, Gabriel concluiu seu curso de Jornalismo na Universidade Federal Fluminense, apresentando um rádio-documentário sobre o legado artístico do quarteto que encantou o Brasil no Instituto de Artes e Comunicação Social, em São Domingos, Niterói. Passados dois anos da apresentação, ele recebeu do paulista Rafael Scapa, o convite para produzir o longa e tentar viabilizá-lo.

“Quando Spaca me convidou, não pensei duas vezes. Foi uma oportunidade
única”, revela.

Equipe do documentário com a atriz Selma Lopes, que participou de várias esquetes dos Trapalhões e foi casada com Mauro Fáccio Gonçalves, o Zacarias, por quase 20 anos

Mas as dificuldades são muitas, mesmo em se tratando dos Trapalhões e do grupo ter sido um marco na TV brasileira e ter entrado para o Livro Guinness de Recordes Mundiais, como o programa humorístico de maior duração da televisão, com trinta anos de exibição.

“Chegamos a negociar com o Canal Brasil, no ano passado, e com a Netflix, no início deste ano, porém sem êxito”, lamenta.

Se você é fã dos Trapalhões e quiser contribuir para o projeto de lançamento do “Trapalhadas sem fim”, faça sua doação no crowdfunding, um financiamento coletivo criado pelo grupo por meio do portal Catarse, neste link aqui.

O Rei Pelé fala sobre sua participação no filme “Os Trapalhões e o Rei do Futebol” de 1986

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress