24.9 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 28, 2024

Niterói Solidária entrega 50 kits de alimentos para instituições credenciadas

Foto: Alex Ramos / Prefeitura de Niterói

A Campanha Niterói Solidária se mobilizou para montar 50 kits com os alimentos que serão entregues para a população mais vulnerável atendida em projetos sociais pelas entidades cadastradas no chamamento público. Na véspera de semana santa, meia tonelada de mantimentos foram doados. As doações foram recebidas pela Ong Outubro Rosa Niterói e também do Festival Mulher.

A primeira-dama e coordenadora voluntária da campanha, Christa Vogel Grael, destacou que a solidariedade vai proporcionar comida na mesa de muitas famílias.

“Nossa rede de solidariedade tem alcançado cada vez mais pessoas. A Niterói Solidária recebeu ontem, com muito carinho, a doação de 12 cestas básicas da querida Madelon. Hoje, já entregamos essa e outras arrecadações para as instituições cadastradas na nossa campanha. A Páscoa simboliza a união e fraternidade e isso caminha de mãos dadas com a solidariedade. Essas doações são uma oportunidade de materializar isso e proporcionar uma Semana Santa mais feliz para muitas famílias que terão comida na mesa”.

A secretária de Direitos Humanos e Cidadania, Nadine Borges, reforçou que trabalha na perspectiva da garantia da cidadania.

“Hoje entregamos kits para mais três entidades. A nossa ideia é ampliar o programa, pois sabemos da importância de enfrentar a fome. A gente sabe que um pouquinho que cada um der nesse momento é muito para quem recebe e, muitas vezes, é a única coisa que a pessoa vai ter para comer. Então, nesse momento de Páscoa e de reflexão, é importante que possamos garantir que pelo menos algumas famílias passem essa Páscoa com menos dor, com menos fome e menos sofrimento já é um exercício de cidadania. A nossa secretaria não está só trabalhando na perspectiva da Secretaria de Direitos Humanos, mas em uma Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania e ter o que comer é um exercício de cidadania”, disse Nadine.

Madelon Cony faz um trabalho na Ong Outubro Rosa Niterói, da sociedade civil organizada, e juntou um grupo para ajudar nas doações de alimentos.

“Eu já faço parte de um trabalho da sociedade civil organizada e aproveitei para pedir aos patrocinadores que fizessem uma doação pra que nós pudéssemos ajudar a população de Niterói e não só as mulheres do projeto”.

Três instituições receberam as doações: SOS Zona Norte, Sagrado Coração (do Viradouro) e Associação de Moradores do Caramujo receberam os kits montados pela campanha. Chaynne Azevedo, presidente da Escola de Samba Alegria da Zona Norte, da comunidade do Bernardino, e representante da SOS Zona Norte contou que participa do projeto desde a pandemia.

“Estamos neste projeto desde a época da pandemia. Temos várias ações sociais junto à comunidade, entre eles, esse projeto da Secretaria de Direitos Humanos. Pegamos doações a cada dois ou três meses. Com essa ajuda, conseguimos ajudar 20 famílias da comunidade que muitas vezes ajudam outras famílias com essas doações. Esse projeto é de extrema importância para a comunidade, pois temos muitas pessoas lá que, sem essa ajuda, talvez não tivessem o que comer”, falou Chaynne.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress