24.2 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 21, 2024

Niterói comemora Dia Mundial do Meio Ambiente com atividades na cidade

Foto: Divulgação

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a Prefeitura de Niterói realizou uma ação de plantio de mudas para a revegetação da região do Jardim Imbuí, também conhecido pelos moradores como Tibau, no Parque Orla Piratininga. A atividade começou cedo nesta segunda-feira (05), às 8h, e contou com a participação dos alunos do Niterói Jovem EcoSocial, programa municipal que tem como objetivo promover a inclusão social de jovens em situação de vulnerabilidade social.

Os jovens plantaram 200 mudas nativas da Mata Atlântica, como jerivá, ipê amarelo, grumixama, aroeira e pau ferro. O trabalho continuará até completar o plantio de 500 mudas no local. Esta é a primeira aula prática dos jovens, em campo. As aulas da segunda edição do Jovem EcoSocial iniciaram no final do ano passado, com um curso de capacitação na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan/Senai/Sesi), no Barreto.

O prefeito Axel Grael acompanhou a atividade e participou do plantio junto com os alunos. Ele ressaltou que a cidade tem mais de 50% de seu território de área verde protegida.

“Hoje é um dia para celebrar a trajetória e a tradição que Niterói tem nas ações ambientais. Temos um movimento histórico que ajudou a transformar a cidade no que é hoje. Poucas cidades no contexto metropolitano têm a oportunidade de ter mais de 50% do seu território protegido”, comemorou o prefeito.

O ex-prefeito e atual secretário Executivo, Rodrigo Neves, lembrou do programa Niterói Mais Verde, que teve grande impacto na cidade há cerca de 10 anos.

“Niterói é a cidade que tem a maior proporção do seu território como área de proteção ambiental. Em 2014, quando eu era prefeito e o Axel o meu vice-prefeito, criamos o programa Niterói Mais Verde e com isso nós protegemos mais de metade do território da cidade e, mais do que isso, a gente hoje tem um uma estratégia, um conjunto de ações de recuperação e de gestão dessas áreas”, disse Rodrigo Neves.

Rafael Robertson, secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, contou que esse é um dia muito simbólico para a cidade.

“É um momento simbólico porque precisamos sempre nos lembrar da importância de cuidar, todos os dias, do meio ambiente. É um dia feliz para estamos aqui no meio da garotada plantando hoje para um futuro melhor”.

O secretário de Participação Social, Octavio Ribeiro, explicou sobre o Niterói EcoSocial.

“Hoje começamos as atividades de campo do programa que compõem três eixos norteadores do EcoSocial, que passam por desenvolvimento humano, qualificação profissional e os trabalhos de campo voltado para ações de meio ambiente e sustentabilidade nos territórios onde os alunos residem”.

O administrador da Região Oceânica, Binho Guimarães, destaca que a obra é aguardada há muitos anos pelos moradores da região e o reflorestamento faz parte do trabalho realizado pela administração regional (ARO).

“Estamos trabalhando muito no estímulo à arborização dos bairros da Região Oceânica. Hoje estamos aqui simbolicamente com os jovens do projeto EcoSocial nesse espaço que é muito importante, onde nós teremos um parque esportivo. Isso serve de inspiração para todo o resto da cidade. Niterói já tem um grande percentual de áreas verdes, mas a gente quer avançar ainda mais e ter uma cidade cada vez mais verde”, explica Binho.

Moradora da comunidade do Zulu, a aluna Stefani Fernandes, de 21 anos, comentou sobre a primeira atividade em campo.

“Está sendo uma oportunidade incrível, porque nós estamos nos desenvolvendo como seres humanos. Eu não sei como vai ser o futuro, mas eu tenho certeza que a partir desse projeto eu vou chegar bem longe”, contou a aluna.

Renan Lacerda foi o fundador da Associação de Moradores do Jardim Imbuí, em 1984, e participa do conselho consultivo do órgão.

“Isso aqui é um resgate de décadas para os moradores daqui do bairro, porque isso sempre foi um espaço de lazer que foi se perdendo com o tempo. O projeto que está sendo realizado pela Prefeitura contemplou muitas das demandas discutidas e sonhadas pelos moradores”.

EcoSocial – Lançado em 2019, o Niterói Jovem EcoSocial é um programa que visa promover a inclusão social de jovens em situação de vulnerabilidade social, com idades entre 16 e 24 anos, de forma qualificada, buscando desenvolver habilidades sociais e competências profissionais, por meio de capacitação técnica profissionalizante, elevando o potencial de empregabilidade dos participantes. Os jovens passam por um e posteriormente, fazem atividades de campo nas áreas de reflorestamento; ações preventivas a queimadas e sinalização de trilhas da cidade, entre outras, com remuneração e auxílio transporte. Nesta edição, o EcoSocial contempla 500 moradores de 26 territórios da cidade.

Médico de Família do Jacaré – Seguindo a programação do Dia Mundial do Meio Ambiente, o prefeito visitou a unidade do Médico de Família do Jacaré. O módulo, na Região Oceânica de Niterói, é totalmente sustentável e oferece assistência a cerca de 6 mil pessoas. O projeto arquitetônico deste módulo do Médico de Família foi desenvolvido a partir de 12 requisitos envolvendo aspectos físicos e funcionais, como a preservação do escoamento natural das águas de chuva, preponderância de iluminação e ventilação natural e iluminação artificial com lâmpadas de LED, telhado verde, captação de águas pluviais no terraço, com acúmulo em reservatório segregado para usos secundários, captação de energia solar, entre outras. O prédio foi inaugurado em 2020.

“Construímos essa unidade para atender a demanda do Jacaré. Temos um prédio com várias soluções de arquitetura sustentável, com produção de energia fotovoltaica, ventilação, iluminação natural e soluções de drenagem do terreno”, afirmou o prefeito Axel Grael, que visitou também as instalações do Centro de Referência de Sustentabilidade Urbana (Cersu) que tem por objetivo ser um centro de irradiação de tecnologias e conceitos de sustentabilidade urbana, oferecendo alternativas de tecnologias de sustentabilidade urbana. O espaço é administrado pela Secretaria de Meio Ambiente e acolhe diversos viveiros de mudas.

“O centro de referência de sustentabilidade urbana vai abrigar cursos para quem se interessa pelos temas ligados ao meio ambiente e o clima. Aqui também teremos uma produção de mudas para os projetos de reflorestamento da Prefeitura. É um projeto bem integrado”, reforçou Axel.

No fim da manhã, a equipe da prefeitura ainda esteve no canteiro de obras da revitalização do Rio Jacaré. Segundo o prefeito, esse é um projeto ambiental inovador e que faz parte do Programa Região Oceânica Sustentável.

“Estamos na beira do rio Jacaré. Quando a gente começou a trabalhar, era intermitente e na época de seca não tinha vazão de água. Nós desenvolvemos todo um planejamento para recuperação, para restauração desse rio como um ecossistema. Estamos com um bom exemplo de implantação de técnicas e soluções baseadas na natureza. Criamos uma bacia de retenção para que em situações de cheia, se evite enchentes em áreas que são mais ocupadas por habitações. Essa é uma forma que gerenciar esse rio para que ele volte a ser o mais natural possível. Essa é mais uma iniciativa inovadora e, talvez, o maior projeto de renaturalização de um rio urbano do país”, descreveu Grael.

As visitas foram acompanhadas por diversos secretários da gestão municipal e suas equipes, representantes das associações de moradores, vereadores e pela comunidade local.

Semana do Meio Ambiente – Com o tema “Soluções para a poluição plástica”, a programação da semana em Niterói não para por aí. A Prefeitura realizará ações em várias regiões da cidade, chamando a atenção e conscientizando a população sobre a importância de reduzir o uso de plásticos no planeta.

Na quarta-feira (07), a programação é na Praia de Charitas, com a doação de mudas aos participantes. Já na terça-feira (6), está programada uma oficina sobre criação de abelhas nativas sem ferrão no Parque das Águas. Neste mesmo dia, 50 alunos do Parque Esportivo do Caramujo (Pesc) participarão de uma trilha guiada por integrantes da Secretaria do Meio Ambiente no Parque Natural Municipal Floresta do Baldeador. Com extensão de 70 hectares, o local integra o Sistema Municipal de Áreas de Proteção Ambiental.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress