24.9 C
São Gonçalo
domingo, junho 16, 2024

Morte de bebê em hospital de Niterói provoca protestos e interrompe trânsito na RJ-104

Familiares da pequena Mirela Lorenço Gomes, de apenas 7 meses, fecharam uma das pistas da RJ-104, na altura do Caramujo, em protesto pela morte da menina no Hospital Getúlio Vargas Filho, o Getulinho, no Fonseca, em Niterói. Eles acusam a unidade de negligência médica.

Segundo a auxiliar de serviços gerais Juliana Alves Lima, 26, prima da criança, a manifestação é para cobrar direção do hospital explicações sobre a causa da morte da menina, ocorrida às 12h desta quarta-feira.

“Eles acabaram com a nossa vida, pois nosso anjinho deu entrada aqui no Getulinho com febre, foi medicada, voltou para casa e começou a passar mal. Trouxemos para cá novamente. Deram uma injeção e ela não resistiu. Ninguém sabe dizer a causa da morte”, indignou-se.

A menina foi enterrada na tarde desta quinta-feira (8), no Cemitério do Maruí, no Barreto.

O protesto provocou congestionamentos tanto na RJ-104 quanto na Alameda São Boaventura. Alguns motoristas tentaram voltar pela contramão da via acreditando se tratar de um arrastão, o que foi negado pela polícia. A PM está reforçando a segurança no local.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress