19.9 C
São Gonçalo
domingo, maio 26, 2024

Maricá sediou 2ª Corrida e Caminhada pela Vida das Mulheres neste domingo (26/03)

A Prefeitura de Maricá, por meio da Coordenadoria de Políticas para as Mulheres da Secretaria de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher, promoveu neste domingo (26/03) a 2ª Corrida e Caminhada pela Vida das Mulheres. A atividade, que teve a participação feminina com aproximadamente 300 pessoas na Lagoa de Araçatiba, integra as comemorações pelo mês da mulher.

Luciana Piredda, coordenadora de Políticas para as Mulheres, disse que o objetivo foi proporcionar um dia de atividades ao ar livre, com serviços de beleza, estética e atrações culturais, além da arrecadação de absorventes que serão distribuídos para mulheres em situação de rua, para os abrigos que acolhem as vítimas de violência e instituições da cidade que atuam na recuperação de mulheres com dependência química. “Essa foi uma proposta da Expo Mães que abraçamos, pois queremos dialogar com esse tema da pobreza menstrual que atinge muitas mulheres e é uma questão muito invisível ainda na nossa sociedade”, destaca Piredda.

O secretário de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher, João Carlos Lima, o Birigu, ressaltou que eventos deste tipo são importantes para mulheres e homens. “A secretaria faz um trabalho intenso na questão social, mas percebemos que a violência contra a mulher ainda persiste. Por isso, esses eventos são fundamentais para chamar a atenção da sociedade e mudar esse quadro”, afirmou Birigu.

Durante o evento, entre os serviços oferecidos teve: limpeza de pele, auriculoterapia, designer de sobrancelhas, corte de cabelo, manicure, oficina de tranças e quick massage; além da distribuição de mudas, programação especial para criançada, atrações artísticas e culturais, feira de artesanato e gastronomia com a participação de empreendedoras independentes.

“A gente não pode deixar nunca a nossa sensibilidade de amar, de respeitar, de sentir a dor da nossa amiga e de ter os nossos momentos de silêncio. Não podemos só ter tempo para o trabalho e afazeres da casa, precisamos aproveitar os momentos de lazer, ter sabedoria para saber viver, nos olhar e nos amar”, incentivou a primeira dama, Rosana Horta.

É preciso ajudar e valorizar a mulher

Moradora do Condado, Karla Miranda, 38 anos, estava no local e falou sobre a importância do evento. “O que me motivou a vir à caminhada foi a conscientização entre nós mulheres, com a possibilidade de fazer uma atividade física. É muito importante a gente conversar com outras mulheres, nos apoiar”, disse Karla.

“Além de divulgar os programas da prefeitura, esse evento é muito importante para a saúde e para a divulgação e valorização da mulher”, disse Marcos Silva, 56 anos.

Para Penha Braga, de 57 anos, tudo no evento estava ótimo. “Maravilhoso. Poderia ter mais vezes, porque eu caminhei, conversei com as minhas amigas e ainda vou aproveitar para fazer massagem, limpeza de pele e auriculoterapia, coisas que normalmente eu não faço. Na verdade, eu só costumo fazer o da orelhinha na Casa da Mulher, porque sou assistida do projeto”, opinou a moradora de Inoã.

A iniciativa contou com apoio do Banco Mumbuca; da Secretaria de Esporte e Lazer; do projeto Cultura de Direitos, iniciativa da Secretaria de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher; da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar); e de empresas de estética da cidade.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress