23.9 C
São Gonçalo
sábado, abril 13, 2024

Maricá realizou mais de 895 mil atendimentos de saúde em 2023

Número inclui as Unidades de Saúde da Família, de Urgência e Emergência e serviços especializados. Inaugurações e entregas também marcaram o ano

Leia Mais

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, registrou crescimento no número de pessoas atendidas em toda a rede no ano de 2023, alcançando números que refletem o aumento populacional e a assistência de qualidade oferecida na cidade. Entre janeiro e dezembro, foram 895.303 atendimentos, o que abrange as Unidades de Saúde da Família (USF) presentes nos quatro distritos, as de Urgência e Emergência e os serviços especializados.

Nas USF, foram aproximadamente 342 mil atendimentos durante o ano, o que inclui consultas médicas, de enfermagem e odontológicas, representando um acréscimo de 13% em relação a 2022, quando ocorreram 302.765. Além disso, em 2023, foram mais de 520 mil visitas domiciliares realizadas pelas equipes da Atenção Primária, o que contribui para entender melhor as demandas de saúde dos moradores e atendê-las com efetividade, evitando agravos.

Nas unidades da Atenção Especializada, foram 188.234 atendimentos entre janeiro e outubro de 2023, um crescimento de 31% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Essa área de cuidados agrega espaços fundamentais, como o Ambulatório Pericles Siqueira, o Centro de Diagnóstico e Tratamento (CDT), o Serviço de Atendimento Especializado (SAE), os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), dentre outros serviços.

Os números também foram representativos nas unidades de Urgência e Emergência da cidade. No Hospital Conde Modesto Leal, no Centro, foram 183.965 atendimentos em 2023, quantitativo que é 29% superior ao mesmo período de 2022, quando 142.044 foram registrados. Na UPA de Inoã, foram 117.298, um acréscimo de 32% em comparação ao ano anterior, que teve 88.762. Já a Unidade de Emergência Santa Rita, em Itaipuaçu, registrou 63.806 atendimentos em 2023, ante 53.382 em 2022.

A secretária de Saúde, Solange Oliveira, destacou a importância dos números, que representam os investimentos na área e o impacto do trabalho coletivo.

“Durante o ano, nos dedicamos para oferecer serviços de qualidade à população, promovendo bem-estar e atendendo as demandas em saúde. O resultado desse esforço é o crescimento nos atendimentos em toda rede, refletindo também a ampliação de serviços e novas entregas. Maricá é 100% SUS e estamos empenhados na qualificação contínua da rede e no fortalecimento do cuidado oferecido”, afirmou.

Cirurgias e assistência ao trauma são destaques

No Hospital Dr. Ernesto Che Guevara, em São José do Imbassaí, foram realizadas mais de 11 mil cirurgias de diversas especialidades em 2023, marcadas através da Central de Regulação do município. No setor de trauma referenciado, os atendimentos chegaram a 15.726 entre fevereiro (data de abertura do espaço) e dezembro. No centro de imagem, 42.991 exames foram feitos nesse período. Além disso, 26.118 atendimentos ambulatoriais ocorreram na unidade hospitalar em 2023, incluindo os pacientes pré e pós-cirúrgicos.

É importante lembrar que o Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara não oferece atendimento por demanda espontânea, não sendo uma unidade que atende por livre procura da população. A unidade hospitalar recebe pacientes por ambulâncias, encaminhamento de outros serviços da rede de saúde ou agendados pela Central de Regulação da cidade.

Mais estrutura e melhorias nos serviços

Em 2023, a entrega de novos espaços contribuiu para a promoção da saúde em várias frentes na cidade. Na parte inicial do ano, os principais destaques foram a abertura do setor de trauma do Hospital Dr. Ernesto Che Guevara; a implantação do Centro de Atenção Psicossocial 3 (Caps 3), atendendo 24h; a nova USF Carlos Alberto Soares de Freitas, em Inoã; o recebimento de duas ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU); e a inauguração da nova sede do Serviço de Atendimento Especializado (SAE), em Araçatiba.

No segundo quadrimestre, foi aberta a USF ACS Nathan da Silva Noronha, no bairro Saco das Flores; além de inaugurado o cartório de registro civil do Hospital Conde Modesto Leal, no Centro.

Depois, houve a entrega da nova USF de Ponta Negra, nomeada Pedro Guilherme Costa Massa; a primeira captação múltipla de órgãos no Hospital Dr. Ernesto Che Guevara para transplantes no SUS; a inauguração do setor pediátrico da unidade hospitalar, com 5 leitos de CTI; o início das atividades do Centro de Reabilitação Ambulatorial e Domiciliar (CRAD); e a entrega das obras de adequação do Centro Materno Dr. Alberto Luiz Machado, que fica no Hospital Conde Modesto Leal.

Outras etapas importantes do ano incluíram: a assinatura do contrato de gestão da Fundação Estatal de Saúde de Maricá (Femar) para os serviços da Atenção Primária, Especializada, Saúde Mental e do Complexo Regulador; a 10ª Conferência Municipal de Saúde; a aquisição de um mamógrafo digital para ampliação dos exames oferecidos; o destaque da Saúde de Maricá no Prêmio Band Cidades Excelentes 2023; assim como o início das etapas do concurso e do processo seletivo para atuação nos serviços da rede pela Femar.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress