28.6 C
São Gonçalo
segunda-feira, abril 15, 2024

Maricá lança o Passaporte Empreendedor

Programa de capacitação ao empreendedorismo será voltado para alunos e ex-alunos do Passaporte Universitário

Leia Mais

A Prefeitura de Maricá lançou nesta segunda-feira (18/03), no Galpão Tecnológico de Inoã, o Passaporte Empreendedor, um programa de capacitação ao empreendedorismo para os alunos que concluíram os cursos oferecidos pelo Passaporte Universitário ou que estão no último ano do ensino superior. O programa é uma iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Formação, em parceria com a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) e a Universidade Federal Fluminense (UFF).

“Nós estamos aqui para a nossa primeira aula magna dos nossos passaporteanos. Hoje é um dia especial, pois o Galpão Tecnológico, a Codemar, tem tudo a ver com todo esse projeto que desenvolvemos dentro do programa do Passaporte Universitário. É o empreendedorismo que vamos trabalhar. O empreendedorismo é o que eu trago do Passaporte Universitário.  É mais uma etapa de consolidação do saber”, disse a secretária de Ciência, Tecnologia e Formação, Adriana Costa.

Ao todo, serão oferecidas 150 vagas em cursos, sendo 50 destinadas para cada uma das três turmas criadas para fornecer orientações e recursos necessários para o aluno abrir e desenvolver seu próprio negócio. Entre os módulos abordados estão: plano de negócios, meios de financiamento, administração estratégica, administração financeira, administração mercadológica, alinhamento de operações e ESG (ambiental, social e governança). As aulas terão 14 encontros presenciais que serão realizados às segundas e quartas-feiras em dois turnos: tarde (14h às 18h) e noite (18h às 22h) e aos sábados, das 8h às 17h.

O presidente da Codemar, Hamilton Lacerda, destacou a importância da parceria. “Os moradores,  estudantes e formandos do Passaporte Universitário vão utilizar toda a estrutura do nosso galpão tecnológico,  a metodologia da nossa escola de startup e poder, a partir das suas formaturas, exercitar e elaborar planos de negócios, ter novas ideias. Por meio dessa parceria eles vão ter condição de pegar aquilo que aprenderam na universidade, que fizeram justo para ter o seu diploma e poder pensar numa forma de empreender e tirar dúvidas sobre as melhores maneiras”, disse.

Nesta primeira fase, os participantes terão a oportunidade de desenvolver habilidades práticas para empreender e alcançar o sucesso com seus negócios, baseada na Escola de Startup desenvolvida pela Codemar com certificação da UFF. Ao final do programa, os participantes terão acesso à capacitação em empreendedorismo, mentoria especializada e networking, preparando-os para criar, desenvolver e gerir seus empreendimentos de forma eficaz.

Passaporte Empreendedor

O Passaporte Empreendedor surge como uma resposta às necessidades identificadas entre os alunos formados no programa Passaporte Universitário porque muitos desses estudantes, ao finalizarem seus cursos universitários, podem enfrentar desafios ao ingressar no mercado de trabalho tradicional. O programa foi concebido ao reconhecer o potencial empreendedor desses graduados e a importância de promover o desenvolvimento sustentável da região.

O programa contribui para o alcance do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 8, definido pela Organização das Nações Unidas (ONU), que visa promover o trabalho e o crescimento econômico. Ao incentivar o empreendedorismo entre os universitários formados, o programa contribui para a criação de empregos e o fortalecimento da economia local.

A aluna de Serviço Social, Elaine de Jesus, disse que esaa é uma excelente oportunidade para os graduandos. “Hoje fomos convidados para a aula inaugural para conhecer sobre os programas oferecidos e conhecer mais sobre empreendedorismo. É muito bom pra mim, como a futura formanda, saber empreender e sobre as maneiras corretas. É bom a gente poder inserir tudo isso no mercado de trabalho e gratuitamente”, comentou a moradora de Itaipuaçu.

Também aluna do curso de Serviço Social, Lucimara Alves, de 23 anos, mencionou a importância de obter mais aprendizado. “Além de ser uma maneira de cumprir as contrapartidas, é também uma forma de agregar o conhecimento sobre empreendedorismo, que é uma segunda opção, contando que a cidade está crescendo e tem muito profissional”, afirmou a moradora de Inoã.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress