28.9 C
São Gonçalo
terça-feira, junho 18, 2024

Maricá lança Censo das Igrejas Evangélicas em defesa da liberdade religiosa

Projeto vai pesquisar e mapear os cerca de mil templos cristãos dentro do município

Maricá lança Censo das Igrejas Evangélicas em defesa da liberdade religiosa
Maricá lança Censo das Igrejas Evangélicas em defesa da liberdade religiosa
Com aproximadamente mil igrejas evangélicas espalhadas por toda cidade, o censo ajudará a conhecer melhor a localização, o aporte financeiro e social de cada templo religioso (Foto: Bernardo Gomes)

A Prefeitura de Maricá, por meio do Instituto Municipal de Informação e Pesquisa Darcy Ribeiro (IDR), em parceria com a Secretaria de Assuntos Religiosos, lançou no sábado (25) o “Censo das Igrejas Evangélicas” durante o evento do Dia Municipal do Evangélico, realizado na Igreja Batista Atos 2, em Itapeba. O projeto visa mapear cerca de mil templos cristãos no município, destacando a importância da liberdade religiosa e das políticas públicas inclusivas.

O evento contou com a presença do prefeito Fabiano Horta, da primeira-dama Rosana Horta, do secretário de governo João Maurício de Freitas, pastores e pastoras locais, e do diretor de informação e pesquisa do IDR, Tiago de Paula. O prefeito enfatizou a relevância social das igrejas evangélicas, destacando seu papel na construção de valores humanos e sociais.



continua depois da publicidade



“A igreja evangélica em Maricá é uma dimensão cada vez maior de inserção social, de presença social. Isso constrói um conjunto de valores importantes”, afirmou o prefeito Fabiano Horta.

O secretário de Assuntos Religiosos de Maricá, Jessé Paz, destacou a importância do censo para a criação de políticas públicas direcionadas às necessidades das igrejas e da comunidade ao redor. O censo permitirá conhecer a localização, o aporte financeiro e social de cada templo, facilitando a elaboração de ações eficientes.

Com aproximadamente mil igrejas evangélicas na cidade, a pesquisa será censitária, entrevistando todos os templos mapeados pelo IDR. O método “bola de neve” será adotado, onde igrejas entrevistadas indicam novos templos. O presidente do Conselho de Ministros Evangélicos de Maricá (Comem), pastor Ronan Homem, celebrou a iniciativa, destacando a importância da legalização dos templos e do apoio aos pastores.

“Com o censo saberemos desses detalhes e vamos ter como ajudar”, comentou o pastor Ronan Homem.

O presidente da Associação de Ministros Evangélicos de Maricá (AME), pastor Vladimir Castro, ressaltou que as pesquisas do censo servirão como referência para estratégias e projetos, permitindo ações específicas para cada igreja.

Após a realização do Censo de Matriz Africana e Terreiros, que mapeou templos afro-religiosos na cidade, o Censo das Igrejas Evangélicas reforça a defesa da liberdade de culto em Maricá. O diretor de pesquisa e informação do IDR, Tiago de Paula, enfatizou a importância de basear políticas públicas na diversidade religiosa e em dados concretos.

“Vamos realizar agendamentos para visitar as igrejas, ouvir os pastores e fazer o levantamento desses dados, que serão importantes não só para os templos cristãos, mas também para Maricá”, concluiu Tiago de Paula.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress