17.2 C
São Gonçalo
sábado, agosto 13, 2022

Maricá é a terceira cidade com melhor índice de empregos no país

Leia Mais

Maricá gerou 1.195 novos empregos apenas no mês de abril de 2022, registrando 832 desligamentos em um saldo positivo de 363, o que gerou uma variação relativa de 1,71%, a maior do Estado do Rio de Janeiro em municípios com mais de 150 mil habitantes. Em números nacionais, Maricá se mantém entre as cinco cidades com melhor índice relativo em abril. Se verificar os números absolutos de janeiro a abril de 2022, Maricá é a terceira cidade com melhor índice relativo do país.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Maricá, Igor Sardinha, o resultado não chega a surpreender o governo porque esses números positivos já vêm sendo comemorados mesmo nos períodos mais agudos da pandemia, quando todos viveram alta no desemprego.

“O resultado é fruto de políticas públicas como o programa Renda Básica de Cidadania com a nossa moeda Mumbuca, os programas de Apoio ao Trabalhador e de Amparo ao Emprego, e o Fomenta Maricá, que conseguiu em um prazo curtíssimo injetar mais de R$ 17 milhões em microcrédito para os pequenos empresários da cidade”, explicou.

Dos 1.195 novos empregos gerados em abril, 765 foram para homens e 430 foram para mulheres. Em relação aos desligamentos, 322 mulheres foram desligadas dos seus empregos e contra 510 de homens. O setor de serviços foi o que mais empregou com 166 empregos, seguido pelo setor de construção com 133 e comércio com 48 novos cargos.

No total, foram 13.050 novos empregos nos últimos 12 meses em Maricá, sendo que de janeiro a abril de 2022 a cidade gerou 4.660 novos empregos contra 3354 desligamentos em um saldo de 1.306. A variação relativa de janeiro até abril é de 6,43% a terceira melhor do país.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foi criado pela Lei nº 4.923, de 23 de dezembro de 1965, como instrumento de acompanhamento e de fiscalização do processo de admissão e de dispensa de trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Seu objetivo inicial era assistir os trabalhadores desempregados e de apoiar medidas contra o desemprego. Gradativamente, ao longo do tempo, se tornou também uma fonte importante de dados sobre a conjuntura econômica.

Os números positivos não são exatamente uma novidade para Maricá. Ainda segundo dados do Caged apurados em 2021, Maricá já era o município do Estado do Rio que mais gerou empregos com carteira assinada de 2018 a 2021. Os dados também mostram que de janeiro de 2017 a novembro de 2020 foram criados na cidade 6.592 novos empregos formais, representando um aumento de 52,5% na força de trabalho do município.

Neste período, os programas de Amparo ao Emprego (PAE) e de Amparo ao Trabalhador (PAT) possibilitaram aos empregadores locais manter seus funcionários durante o período mais agudo da pandemia de covid-19, quando muitas empresas deixaram de funcionar.

Com o PAE, pelo menos três mil empregos foram preservados, com a iniciativa da Prefeitura de efetuar o pagamento de um salário mínimo por funcionário das empresas durante a pandemia. Já no PAT, 23.500 pessoas, entre profissionais liberais, autônomos e trabalhadores informais receberam um salário mínimo mensal.

Durante todo o ano de 2020 e, em especial, nos meses após a decretação da pandemia, além da geração de empregos de carteira assinada, a cidade registrou também um crescimento na arrecadação de impostos municipais como o ISS.

O resultado positivo é reflexo da injeção direta de recursos na economia local, que ultrapassou a marca de R$ 300 milhões até dezembro de2021. Somente com o recurso do programa Renda Básica de Cidadania, que beneficia 42.500 pessoas mensalmente com 300 Mumbucas (equivalentes a R$ 300), para gastar apenas na cidade, são R$ 12,7 milhões por mês.

Desde maio de 2020 até agora foram investidos, pelo programa Fomenta Maricá, 17 milhões de reais de um total de 20 milhões.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias