20.4 C
São Gonçalo
segunda-feira, julho 15, 2024

Indignação e emoção marcam o enterro de grávida morta a madeiradas em Niterói

Familiares e amigos da estudante de Direito, Júlia Inez Rodrigues, de 22 anos, deram o último adeus a jovem, na tarde desta terça-feira (7), no Cemitério São Francisco Xavier, em Charitas. Ela foi morta a madeiradas, na última segunda-feira (6), no mirante da Praia do Sossego, em Niterói.

 

De acordo com os familiares da vítima, o sentimento é de indignação e tristeza diante da brutalidade da morte da jovem.

Um motorista de aplicativo foi preso, na manhã desta terça-feira (7), enquanto seguia com um passageiro pela Ponte Rio-Niterói, na pista sentido Rio. Ele é acusado de ter matado a jovem, após ele ter descoberto a gravidez de Júlia Inez.

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress