22.6 C
São Gonçalo
segunda-feira, julho 15, 2024

Hoje é o Dia da Cachaça: confira o roteiro da ‘branquinha’ em Niterói

Crédito: Divulgação

 

Hoje é sexta-feira 13 e se a data cai no Dia da Cachaça, melhor ainda!

 

Durante o século XVII, o plantio de cana-de-açúcar se tornou uma das principais fontes de renda no Brasil, que aliás, ainda vivia o período colonial controlado por Portugal. Entretanto, a produção da cachaça, provida da destilação da planta, começou a causar alguns reboliços na Corte Portuguesa, devido ao grande potencial de consumo entre os escravos. Com isso, a comercialização foi restrita para somente ser distribuída na metrópole.

Com essa determinação da corte e os altos impostos cobrados, os brasileiros se reuniram em uma revolução contra estas ações do governo real. Chamada “Revolução da Cachaça“, a data 13 de setembro de 1661 foi o dia em que a comercialização e produção de cachaça foram, oficialmente, liberadas no Brasil. Tornando-se então, o Dia da Cachaça em nosso país, fonte muito importante de renda e cultura para a história do Brasil.

 

E do ‘lado de cá’, a cachaça é muito bem apreciada, sim, senhor! Em Niterói, é possível aproveitar a bebida com todo requinte nos principais restaurantes da cidade.

 

No Grupo Paludo, por exemplo, a cachaça Paludo é uma parceria com a Cachaça Sete Engenhos. Em 2013 e 2014, a Paludo Ouro ganhou medalha de ouro no Concurso Mundial de Bruxelas. Além da Paludo Ouro, o Grupo disponibiliza também Paludo Prata.

 

Paludo Ouro (Cerejeira)

Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas (2013 e 2014), além de ter recebido as medalhas de ouro na ExpoCachaça de 2013, em São Paulo. Esta cachaça é armazenada por 12 meses em barris de Cerejeira (Amburana), nativa do Brasil. Conquista pelos aromas de baunilha e canela unidos a notas de castanhas como amêndoas e nozes. O caminhar pelo paladar mostra sua personalidade, acidez que seduz equilibrando essa degustação sinuosa. Ótima para degustar pura como aperitivo/digestivo e servida harmonizada com pratos de toque ácido como vinagrete de frutos do mar, ostras ou linguiças aperitivo com limão.

 

Paludo Prata:

Oferece o aroma doce de cana, com passagem por discretas notas vegetais e suave picância. Armazenada em tonéis de Amendoim-Bravo, estabiliza-se mas não adquire cor e sofre pouca interferência da madeira brasileira. Revela a suavidade e personalidade da cana e do coração da cachaça artesanal recém-saída do alambique bem equilibrada. Perfeita para drinks. Na dose pura harmoniza bem acompanhada uma boa cerveja amarga.

 

Nas unidades do Queen Oceânico, as doses da cachaça custam a partir de R$ 12. Já as caipis são a partir de R$ 23.

 

As garrafas das cachaças Paludo Ouro (R$ 75) e Paludo Prata (R$ 55) podem ser adquiridas em todos os restaurantes do Grupo Paludo.

 

Os endereços são:

 

Família Paludo

Av. Quintino Bocaiúva, 247 – São Francisco, Niterói. Tel: (21) 2715-3205

Aberto de Terça à domingo a partir das 11h30.

 

Restaurante Paludo Gourmet

Av. Quintino Bocaiúva, Nº 251, São Francisco – Niterói. Tel: (21) 2715-3200.

Horário: Todos os dias de 11h30 até o último cliente.

 

Queen Pizzas

Av. Quintino Bocaiúva, 219 – São Francisco – Niterói. Tel: (21) 2714-3202

Segunda a quinta, das 17h à 1h; Sexta, a partir das 15h; Sábado, domingo e feriados, a partir das 11h.

 

Queen Jardim

Rua Doutor Leandro Motta, 8 – Jardim Icaraí – Niterói. Tel: (21) 2610-9049

Segunda a quinta das 17h à 1h; Sexta a partir das 15h; Sábado, domingo e feriados, a partir das 11h.

 

Queen Oceânico

Av. Alm. Tamandaré, 4879 – Piratininga, Niterói. Tel: (21) 2619-1474

Segunda a partir das 17h30 e de terça à domingo a partir das 11h30.

 

Fonte: RicMais

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress