25.9 C
São Gonçalo
quinta-feira, abril 18, 2024

Grupo terrorista revela o plano para matar Bolsonaro e família

Leia Mais

Identificado apenas como Anhangá, um dos líderes da Sociedade Secreta Silvestre (SSS) concedeu uma entrevista para a revista Veja nesta sexta-feira (19) e afirmou que a ideia de começou a ser colocada em prática durante a cerimônia de posse do Presidente da República, mas com o forte esquema de segurança, a ação seria “suicida”,

Ainda de acordo com a revista, Anhangá afirmou que além do presidente Bolsonaro, existe a pretensão de executar a família, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Anhangá acrescentou ainda que o presidente é “um estúpido populista” e isso facilitaria o crime, já que há falhas em seu esquema de segurança.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress