24.5 C
São Gonçalo
segunda-feira, junho 24, 2024

Gastronomia típica a preços acessíveis para celebrar o Dia do Nordestino em São Gonçalo

O maior ponto de celebração à cultura nordestina da cidade de São Gonçalo, o Centro de Tradições Nordestinas, em Neves, abre suas portas para celebrar o Dia do Nordestino, no dia 8 de outubro. Para festejar com grande estilo essa data especial, a gastronomia típica do nordeste brasileiro será o grande destaque nos dias 7 (sábado) e 8 (domingo) de outubro, com pratos a preços acessíveis, em um festival gastronômico.

Neste primeiro fim de semana do mês de outubro, os quiosques do Centro de Tradições Nordestinas terão como destaque em seus cardápios os seguintes pratos , com valores de R$20 a R$25: Bobó de Camarão, Vaca Atolada, Feijoada de Camarão, Baião de dois, Mocotó, Risoto de carne seca com queijo e creme de abóbora, Batata do sertão com creme de queijo.

O festival gastronômico de comidas típicas do Nordeste será realizado no sábado (7), das 12h à 1h. Já no domingo (8), o festival será realizado das 10h às 22h. A cultura, claro, não poderia ficar de fora desta celebração ao nordestino. Em ambos os dias, haverá realização de oficinas de cordel e palco aberto para artistas visitantes mostrarem sua arte.

Confira um breve histórico dos pratos que serão oferecidos ao público neste sábado e domingo e também a relação de pratos típicos para o Dia do Nordestino (nos valores entre R$ 20,00 e R$ 25,00).

RELAÇÃO DE PRATOS PARA O DIA DO NORDESTINO

(Pratos entre R$ 20,00 e R$ 25,00)

QUIOSQUE 02 – LÁ CASA GOURMET

Prato: ANGU COM COSTELA

É um prato brasileiro que combina elementos rústicos e sabores reconfortantes. O angu, uma massa cremosa feita com fubá de milho e água, serve como base para a combinação de sabores intensos. A costela bovina é cozida lentamente até ficar macia e suculenta e desfiada em pedaços pequenos e sem gordura. Seus sucos e temperos conferem um sabor defumado e irresistível ao prato.

QUIOSQUE 06 – BOM TEMPERO

Prato: PETISCOS (TORRESMO DE ROLO, TORRESMO DE BARRIGA, JILÓ RECHEADO, CHOURIÇO, TRIPA DE PORCO, LOMBO DE SAl)

O torresmo é uma comida tipicamente mineira, mas que está presente em muitos pratos clássicos e o famoso petisco conhecido como torresmo de rolo. Sabemos que essa comida deliciosa vem de um corte específico do suíno, a barriga de porco. Atualmente uma cultura no interior nordestino.

O jiló recheado, sem origem, hoje presente em todo território nacional.

O chouriço é um enchido preparado com carne, gordura e algumas vezes sangue de porco, com temperos que variam consoante a região. É muito famoso no Rio Grande do Norte e em Portugal, terra de origem da receita.

Tripa de porco é um prato famoso no nordeste.

Lombo de sal, presente em todo território nacional.

QUIOSQUE 12 – QUINTAL DO FREIXO

Prato: BATATA SERTÃO (BATATA FRITA COM CARNE SECA DESFIADA E CREME DE QUEIJO COALHO)

Combinação irresistível inspirada no Nordeste.

A carne seca é muito consumida em receitas de norte a sul do Brasil, mas principalmente do nordeste. Ela é a base de muitas receitas.

O queijo de coalho produzido, sobretudo no nordeste, é querido no Brasil inteiro. Famoso em sua versão tradicional, servida no espeto, o queijo coalho pode chegar à mesa de muitas outras maneiras. Este alimento já faz parte dos hábitos alimentares da população do nordeste e constitui um ingrediente importante de diversas iguarias nordestinas.

QUIOSQUE 16: – QUIOSQUE DOS MARIANOS

Prato: VACA ATOLADA

Prato feito com costela bovina e macaxeira era tradicional entre os tropeiros que viajavam pelo estado de Minas Gerais a procura de ouro, mas se tornou popular no Nordeste. A “Vaca atolada” é um prato típico da cozinha mineira, mas caiu no gosto do nordestino.

QUIOSQUE 18 – FAMÍLIA FERREIRA FERREIRA

Prato: BOBÓ DE CAMARÃO

É um prato típico da culinária baiana e popular em diversos estados brasileiros.

A receita tradicional resulta em um prato cremoso, no qual os camarões são preparados em temperos verdes, leite de coco, azeite de dendê e mandioca.

QUIOSQUE 21 – FLOR DE MANDACARU

Prato: RISOTO DE CARNE SECA COM QUEIJO COALHO

Combinação irresistível inspirada no Nordeste.

A carne seca é muito consumida em receitas de norte a sul do Brasil, mas principalmente do nordeste. Ela é a base de muitas receitas.

O queijo de coalho produzido, sobretudo no nordeste, é querido no Brasil inteiro. Famoso em sua versão tradicional, servida no espeto, o queijo coalho pode chegar à mesa de muitas outras maneiras. Este alimento já faz parte dos hábitos alimentares da população do nordeste e constitui um ingrediente importante de diversas iguarias nordestinas.

QUIOSQUE 22 – EDYPOOL

Prato: MOCOTÓ

O caldo de mocotó é um prato típico da culinária brasileira, muito conhecido na região Nordeste. Feito com os pés de boi, é um caldo grosso e rico em colágeno, que é apreciado por muitos como um prato reconfortante e nutritivo.

QUIOSQUE 23 – COLHER NORDESTINA

Prato: FEIJOADA DE CAMARÃO

Prato tradicional na culinária nacional, a feijoada ganhou uma versão totalmente diferente em Baía Formosa, no Litoral Sul potiguar.

O feijão preto perdeu espaço para o feijão branco e a carne de porco foi substituída por peixes, crustáceos e moluscos, para a criação da feijoada de frutos do mar.

É uma opção deliciosa e sofisticada para quem adora feijoada e camarão, sendo uma excelente fonte de proteína e ferro.

QUIOSQUE 24 – CANTINHO NORDESTINO

Prato: BAIÃO DE DOIS

É um prato típico da culinária do nordeste do Brasil, principalmente do estado do Ceará. Consiste em um preparado de arroz e feijão (de preferência feijão verde ou novo) em que se adiciona queijo coalho e carne seca (embora não seja assim em todos os estados).

O baião de dois é, talvez, a comida típica do nordeste mais conhecida, apesar de também ser bastante popular em estados da região Norte, como Rondônia, Acre, Amazonas e Pará.

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress